No início deste ano, Paris já havia sido alvo de outro atentado promovido, neste caso pela Al Qaeda do Iêmen, que teve como alvo e consequências imediatas:
  • A. A sede da revista francesa Charlie Hebdo, matando 12 pessoas.
  • B. A sede da revista francesa Charlie Hebdo, matando 12 pessoas.
  • C. O bar Le Carillon e o restaurante Le Petit Cambodge, na rua Alibert, deixando 12 frequentadores mortos.
  • D. Os arredores do Stade de France, bairro de Saint‐Denis, no momento do jogo amistoso França e Alemanha, deixando mais de 50 feridos.