De acordo com informações apresentadas pela Companhia de Abastecimento de Águas e Esgotos do Maranhão – CAEMA, 91% da população de São Luís, ou seja, 931.191 habitantes recebem água tratada. Outrossim, no que diz respeito à coleta de esgoto, o número de pessoas beneficiadas atinge apenas 387.000, representando 38,6% da população da Capital. Nesse sentido, é válido afirmar que:
  • A. não há nenhuma relação entre o percentual de coleta de esgotos (38,6%) e a mortalidade por doenças infecciosas e parasitárias (de veiculação hídrica) na cidade.
  • B. há uma relação direta entre o percentual de coleta de esgotos (38,6%) e a mortalidade por doenças infecciosas e parasitárias (de veiculação hídrica) na cidade.
  • C. a maior parte das águas residuais não é jogada in natura nos cursos dos rios e na orla marítima da cidade.
  • D. a cobertura da rede de esgotos é moderna e garante o atendimento da população ludovicense.
  • E. o rodízio no abastecimento e/ou a ausência de água em vários bairros da cidade não implica nenhum prejuízo para a população.