Auditoria Auditoria Governamental

As normas relativas à execução de auditoria governamental estabelecem que o servidor

  • A. está dispensado da detecção e apuração de impropriedades e irregularidades nos procedimentos adotados pela entidade auditada, uma vez que este não é o objetivo primordial de sua atividade.
  • B. deve comunicar tal fato, de imediato e por escrito, ao dirigente do órgão ou entidade examinada, solicitando as providências necessárias, quando houver limitação de sua ação.
  • C. na elaboração de seu programa de trabalho deve evitar a determinação precisa dos objetivos do exame a ser efetuado no órgão auditado, para resguardar sua liberdade de ação.
  • D. na obtenção da evidência deve abster-se de ser conduzido pelos critérios de importância relativa e de níveis de riscos prováveis, já que a auditoria deve ser a mais completa possível.
  • E. quando constatar falhas, omissões ou impropriedades que sejam relevantes e expressivas deverá emitir Certificado de Regularidade com Ressalvas.