Auditoria Auditoria Independente

A Cia. A possui investimentos em duas companhias coligadas B e C, cujos valores contábeis representam, respectivamente, 10% e 6% do valor de seu patrimônio líquido. A investidora detém 20% do capital social de B e 13% do capital social de C, na qual, entretanto, tem influência na administração. O auditor independente constatou que ambos os investimentos foram avaliados pelo custo de aquisição. Em função desse fato, o auditor

  • a.

    nada deve fazer, uma vez que o procedimento adotado pela Cia. A é correto.

  • b.

    emitir parecer adverso, sem fazer qualquer comunicação à entidade.

  • c.

    deve recomendar que apenas a avaliação do investimento na Cia. A seja feita pelo método da equivalência patrimonial.

  • d.

    deve recomendar que apenas a avaliação do investimento na Cia. B seja feita pelo método da equivalência patrimonial.

  • e.

    deve recomendar que a companhia refaça a avaliação de ambos os investimentos pelo método da equivalência patrimonial.