A respeito da aplicação de medidas significativas na consideração de transações relevantes e dos relatórios de auditoria, assinale a opção correta.
  • A. Os auditores independentes podem emitir relatórios informais, que geralmente não consubstanciam a forma escrita, compreendendo apenas informações verbais que são transmitidas aos administradores da entidade auditada ou a seus subordinados, acerca de assuntos não relevantes e que podem ser corrigidos sem que precisem constar de relatórios formais.
  • B. Caso o auditor independente opte por emitir relatório de forma longa, também conhecido por parecer do auditor, ele poderá incluir, além dos parágrafos padrões, dados estatísticos, comentários explicativos e, por vezes, descrição da extensão do exame realizado.
  • C. Em prol da lisura, somente será permitido ao auditor emitir parecer expressando opinião acerca de demonstrações contábeis apresentadas de forma condensada se ele não tiver emitido opinião acerca das demonstrações contábeis originais, inclusive, os relatórios singulares de partes beneficiárias, como as controladas e coligadas.
  • D. Quando a abstenção de opinião decorrer de incertezas relevantes, o auditor deverá expressar, no parágrafo de opinião, que o fato elimina a responsabilidade de mencionar tais desvios relevantes, que, normalmente, seriam incluídos como ressalvas.
  • E. Após identificar aspectos administrativos e(ou) operacionais passíveis de melhorias, o auditor deve emitir aos administradores da entidade auditada o documento denominado carta-comentário, no qual lista sugestões para o aprimoramento dos controles internos.