Em resumo, segundo Bradford, poder-se-ia dizer que no início a biblioteconomia, a documentação e a custódia dos arquivos eram atividades agrupadas. Muito cedo, porém começaram a dividir os que se interessavam por essas três atividades. Assim, nos fins do séc. XIX/início do séc. XX as linhas de evolução da biblioteconomia e documentação começaram a se bifurcar devido:
  • A. às divergências nos padrões para o tratamento e recuperação dos documentos;
  • B. ao suporte da informação, isto é, diferentes tipos de documentos e novos sistemas de classificação bibliográfica;
  • C. ao incremento do uso de novas tecnologias para o tratamento dos documentos;
  • D. à preocupação dos bibliotecários com o incremento de bibliotecas públicas e distanciamento com os problemas de organização bibliográfica;
  • E. a que documentalistas e arquivistas formaram comissões para o estudo de documentos não bibliográficos, e a preocupação central dos bibliotecários era o uso dos documentos.