Questões de Concurso de Biologia Animal - Biologia

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão 778085

Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) 2014

Cargo: Pesquisador em Propriedade Industrial - Área Cosméticos / Questão 70

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Julgue os itens subsequentes, relativos à estrutura e hidratação da pele. Óleos vegetais, ureia e hidrolisado de proteínas hidratam a pele por mecanismos de oclusão, umectação e umectação ativa, respectivamente.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 778086

Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) 2014

Cargo: Pesquisador em Propriedade Industrial - Área Cosméticos / Questão 71

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Julgue os itens subsequentes, relativos à estrutura e hidratação da pele. O afinamento do estrato córneo por processos de esfoliação tem influência direta na desidratação cutânea pois provoca aumento exponencial da perda transepidérmica de água.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 778087

Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) 2014

Cargo: Pesquisador em Propriedade Industrial - Área Cosméticos / Questão 72

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Julgue os itens subsequentes, relativos à estrutura e hidratação da pele. O processo de hidratação cutânea caracteriza-se pela captação de água pela epiderme viável visto que o estrato córneo da pele não consegue reter água em sua estrutura.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 851720

Secretaria de Estado de Educação - DF (SEE/DF) 2017

Cargo: Professor de Educação Básica - Área Biologia / Questão 112

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Durante uma expedição para levantamento da fauna de anuros (sapos, rãs e pererecas) de determinada região de mata atlântica no Parque Estadual Carlos Botelho em São Paulo, um pesquisador coletou vários indivíduos apresentados na tabela seguinte, que lista as espécies e o número de indivíduos de anuros encontrados no referido local, entre agosto de 1999 e julho de 2000.

Considerando os dados apresentados na tabela, a classificação dos seres vivos e as regras adotadas para sua nomenclatura, julgue os itens seguintes.

Os anuros são classificados na ordem Anura e na classe Amphibia.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 829301

Ministério Público Estadual - SP (MPE/SP) 2016 (2ª edição)

Cargo: Analista Técnico e Científico - Área Biólogo / Questão 35

Banca: Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP)

Nível: Superior

Uma forma de classificar os organismos aquáticos é por meio de seu comportamento na água, especialmente quanto à locomoção. Os organismos classificados como plêustons são aqueles que
  • A. não se locomovem contra a correnteza e, portanto, flutuam na água.
  • B. encontram-se na interface água-sedimento e são capazes de nadar contra a correnteza.
  • C. vivem no fundo dos mares, rios e lagos, fixos ao substrato ou se arrastando sobre ele.
  • D. se encontram na interface ar-água, flutuando nesse meio, como aguapés e larvas de muitos mosquitos.
  • E. se deslocam contra a corrente em toda a massa de água.

Questão 916243

Ministério Público Estadual - ES (MPE/ES) 2013

Cargo: Agente Técnico - Área Biólogo / Questão 49

Banca: Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP)

Nível: Superior

Uma espécie de crustáceo dulcícola, a cada ciclo reprodutivo, produz cerca de N filhotes. Tais indivíduos juvenis são afetados drasticamente pelo efeito cumulativo de uma substância tóxica, presente no esgoto liberado indevidamente no rio onde habitam, e absorvida por seu organismo. Os adultos não são afetados significativamente.

Observe o gráfico a seguir que ilustra o número de filhotes (N) em função do ponto de coleta (P1 a p5) dos animais estudados.

Com relação aos pontos de coleta da espécie estudada e ao local da emissão da toxina, pode-se afirmar que

  • A. P1 é o local mais próximo da emissão, pois é o ponto onde o número de filhotes sofre a maior redução em função da alta concentração da toxina.
  • B. P5 é o local mais distante da emissão, permitindo uma maior diluição da toxina, não sendo mais detectada.
  • C. P1 é o local mais distante da emissão, permitindo o maior número de filhotes em função de maior diluição da toxina.
  • D. P5 é o local mais próximo da emissão, estando a espécie praticamente extinta, em função da alta concentração da toxina.
  • E. P1 é o local mais próximo da emissão, permitindo o maior número de filhotes em função da maior diluição da toxina.

Questão 860727

Secretaria da Educação - ES (SEDU/ES) 2016

Cargo: Professor de Biologia / Questão 60

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Um aluno levou para a sala de aula a charge abaixo para compartilhar com seus colegas de turma. Apesar de trazer a tona um tema muito relevante para as aulas de Ciências e Biologia, a charge apresenta um equívoco conceitual.

O equívoco conceitual refere-se ao fato

  • A. das infecções virais citadas não serem transmitidas pelo mesmo mosquito.
  • B. das três doenças serem manifestações do mesmo vírus, determinadas pelo organismo do hospedeiro.
  • C. do mosquito não ser as doenças citadas, e sim atuar como hospedeiro dos vírus.
  • D. dos agentes de saúde não precisarem temer o mosquito, pois já foram vacinados contra as viroses.
  • E. de uma mesma infecção viral possuir nomes diferentes dependendo da região do país.

Questão 855353

Polícia Científica de Pernambuco - PE 2016

Cargo: Perito Criminal - Área Ciências Biológicas / Questão 91

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Tendo o texto apresentado como referência, assinale a opção correta.

  • A. A CITES veda a utilização de animais selvagens constantes de seus anexos em estabelecimentos que visem ao entretenimento, como, por exemplo, circos, coleções e exibições ambulantes.
  • B. Para espécimes de uma espécie animal incluída no Anexo I da CITES e criadas em cativeiro para fins comerciais, a convenção prevê regulamentação menos rigorosa comparando-se à exigida para os capturados em seu hábitat natural.
  • C. É vedado o intercâmbio de espécimes de espécies constantes do Anexo I da CITES, em qualquer hipótese, e o intercâmbio de amostras de espécies constantes no Anexo II para fins comerciais, admitindo-se, excepcionalmente, o intercâmbio destinado à pesquisa científica em instituições registradas junto à autoridade administrativa de seu estado.
  • D. Os Anexos II e III da CITES incluem todas as espécies ameaçadas de extinção que são ou possam ser afetadas pelo comércio.
  • E. A proposição de emendas aos Anexos I e II da CITES, com inclusão de espécies, só pode ser feita pela parte em cujo território a espécie esteja presente.

Questão 919193

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás - GO 2017

Cargo: Técnico de Laboratório - Área Ciências / Questão 42

Banca: Universidade Federal do Goiás (UFGO)

Nível: Médio

Considere as seguintes características biológicas: Possuem células unicelular e multicelular; absorvem alimento de matéria orgânica, morta ou viva; geralmente se desenvolvem em locais com pouca luz e muita umidade; são eucariotas; a reprodução pode ser sexuada ou assexuada.

A descrição apresentada indica as características do reino

  • A. Monera.
  • B. Protista.
  • C. Fungi.
  • D. Plantae.

Questão 892086

Cargo: / Questão 45

Banca:

Nível:

A bactéria é um domínio de microrganismos unicelulares, procariontes desprovidos de envoltório nuclear e organelas membranosas, antes também chamados Schizomycetes pertencentes ao Reino Monera. São microrganismos unicelulares, procariotos, podendo viver isoladamente ou construir agrupamentos coloniais de diversos formatos. Marque a alternativa CORRETA que indica o nome da parede da célula bacteriana que reveste externamente a membrana plasmática, e é constituída de uma substância química exclusiva das bactérias conhecidas como mureína.
  • A. Flagelo.
  • B. Camada externa.
  • C. Fímbrias.
  • D. Camada de peptidoglicano.
  • E. Membrana esquelética.