Biologia Biologia Animal

Os Squamata apresentam uma variedade de modos reprodutivos, desde a oviparidade (desenvolvimento nutricional lecitotrófico) até a viviparidade (desenvolvimento nutricional matrotrófico). Condições intermediárias incluem a retenção dos ovos por um período após terem sido fertilizados e a produção de filhotes precociais nutridos primariamente pelo material vitelínico. Em relação a estes aspectos reprodutivos em Squamata, são corretas as afirmações abaixo, EXCETO:

  • A.

    A viviparidade é geralmente uma estratégia reprodutiva de baixo investimento energético. Em geral, as fêmeas de Squamata vivíparos produzem números relativamente pequenos de jovens de pequeno porte.

  • B.

    O benefício mais comumente mencionado da viviparidade é a oportunidade que ela oferece, a uma fêmea de serpente ou lagarto, de utilizar seu próprio comportamento de termoregulação para controlar a temperatura dos embriões durante o desenvolvimento.

  • C.

    A viviparidade reduz potencialmente o rendimento reprodutivo, uma vez que uma fêmea que está retendo uma ninhada de ovos não pode produzir outra ninhada.

  • D.

    Em hábitats quentes, os lagartos ovíparos podem produzir mais de uma ninhada numa estação, o que não é possível para uma espécie vivípara porque o desenvolvimento é muito demorado.

  • E.

    Em habitats de clima frio, os lagartos vivíparos apresentam o mesmo rendimento reprodutivo dos lagartos ovíparos, devido a estes não serem capazes de produzir mais de uma ninhada de ovos numa estação reprodutiva.