Biologia Biologia Celular Biologia molecular

A análise da molécula de DNA tem como objetivo diferenciar indivíduos por meio de particularidades genéticas que acabam por lhes conferir uma identidade absoluta como pessoa, podendo ele assim ser diferenciado entre bilhões de pessoas. A variabilidade genética humana é muito grande, razão pela qual dois genomas escolhidos ao acaso geralmente diferem na proporção de um em cada 500 pares de bases do DNA. Sendo assim, como o genoma humano apresenta cerca de 3.109 pares de bases, pode haver até 6.000.000 de diferenças entre duas pessoas.

Acerca do assunto do texto, assinale a alternativa correta.

  • A.

    A técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR) não pode ser utilizada no processo de identificação de uma pessoa por análise de DNA, por ser pouco sensível às diferenças entre os nucleotídeos presentes no material genético.

  • B.

    O DNA é a molécula responsável por se ligar aos ribossomos e realizar o processo de tradução.

  • C.

    No DNA de um indivíduo, encontram-se regiões denominadas de minissatélites, que são formadas por sequências de vários nucleotídeos que nunca se repetem e sempre estão em número igual em todos os indivíduos.

  • D.

    O DNA é uma molécula orgânica que apresenta, em sua constituição, bases nitrogenadas do tipo púricas (purinas), como uracila e adenina.

  • E.

    Durante o ciclo celular, as moléculas de DNA de uma célula somática sofrem duplicação durante a interfase, antes de realizar a mitose.