Biologia Botânica

Ayahuasca é o nome indígena do cipó da planta Banisteriopsis caapi, cujo nome significa em português "cipó da alma" ou "Santo Daime". Sua utilização pelos indígenas está diretamente ligada a atividades místicas, como cerimônias religiosas de cura e encontro com espíritos (espíritos-guia, guardiões, familiares) e deuses.

Transformada em bebida, essa planta assume características alucinógenas poderosas, capazes de levar quem a ingere a um estado de êxtase, razão pela qual é utilizada nas referidas cerimônias. Algumas tribos indígenas consideram o cipó sagrado.

Em 1986, um americano chamado Loren Miller, registrou a patente de uma variação da Banisteriopsis caapi, batizando-a de oir eke de "Da Vine".

 Internet: (com adaptações).

Tendo o texto acima como referência, assinale a opção incorreta.

  • A.

    A ayahusca é um tipo de planta alucinógena primária, que atinge o cérebro, mas praticamente não altera as outras funções do organismo.

  • B.

    Plantas alucinógenas causam perturbações no sistema nervoso central de animais, fazendo que tenham falsas percepções (visuais, auditivas ou ambas) a respeito dos acontecimentos a sua volta.

  • C.

    O grau de intoxicação provocado por uma planta alucinógena depende da idade, do peso, do sexo, do estado nutricional e da sensibilidade do animal intoxicado, bem como do princípio tóxico da planta.

  • D.

    Do ponto de vista da Convenção sobre Diversidade Biológica, o caso do registro da ayahuasca citado no texto pode ser considerado uma tentativa de biopirataria.