Biologia Ecologia

Originalmente, a Floresta Atlântica brasileira se estendia quase continuamente do estado do Rio Grande do Norte ao Rio Grande do Sul, cobrindo uma área correspondente a 12% do país. Atualmente, restam apenas entre 5% e 10% dessa floresta, com situação especialmente crítica no nordeste brasileiro, onde restam apenas 2% da vegetação original, submetidos à severa pressão antrópica. De acordo com essas informações, assinale a opção correta.

  • A.

    A pemanência da maioria dos remanescentes de florestas em pequenas propriedades privadas, isolados e altamente impactados, tem resultado em mudanças previsíveis na estrutura e composição da comunidade vegetal e animal da Floresta Atlântica.

  • B.

    O fato de não ser possível encontrar onças pintadas nos ecossistemas de floresta atlântica brasileira indica que a espécie entrou em processo de extinção, desaparecendo até mesmo de fragmentos isolados que oferecem condições de sobrevivência.

  • C.

    Sabe-se que a extinção em fragmentos pequenos de floresta é um evento raro para espécies de pequenos mamíferos, sendo a sobrevivência da população de uma espécie independente de eventos de recolonização por serem capazes de cruzar a matriz entre os fragmentos ainda existentes.

  • D.

    Essa significativa redução de área combinada com o isolamento de uma matriz não florestal, tem causado alterações na dinâmica das populações, como a interrupção de processos ecológicos como polinização e dispersão de sementes em processos de sucessões ecológicas.

  • E.

    Fragmentos reduzidos, mesmo na total ausência de atividade de caça, têm conseguido manter a maioria das espécies de mamíferos, mesmo os que necessitam de áreas extensas para sobreviver, como frugívoros e predadores de grande porte.