Biologia Biologia Celular Microbiologia

Texto para as questões de 43 a 48

 

A infecção pelo vírus da imunodeficiência humana, HIV-1, provocou consideráveis modificações na sociedade e na prática médica e laboratorial a partir da década de 80 do século XX. O risco de transmissão pelo contato de sangue contaminado com lesões na pele tornou rotineiros alguns procedimentos de segurança antes pouco utilizados, uma vez que a taxa de infecção em profissionais da saúde é de 3 para 1.000. Em algumas regiões, a incidência dessa infecção em mulheres chega a 24% por ano, e 5% dos usuários de drogas injetáveis são portadores do vírus HIV-1. Infecções oportunistas, como a pneumonia por Pneumocystis carinii, passaram a apresentar maior incidência, fazendo-se necessário o uso de diversos recursos laboratoriais não somente para o diagnóstico e o acompanhamento da infecção por HIV como também para o acompanhamento das próprias infecções oportunistas.

Ainda tendo o texto como referência, assinale a opção correta com relação aos diversos aspectos da pneumonia por Pneumocystis carinii em imunossuprimidos.

  • A.

    A afirmação do texto de que a pneumonia por P. carinii apresenta maior incidência significa que há uma epidemia de infecções causadas por esse agente.

  • B.

    O desenvolvimento de P. carinii é comum fora do pulmão, mas esse microrganismo somente infecta esse órgão em indivíduos imunossuprimidos.

  • C.

    O diagnóstico de pneumonia por P. carinii somente pode ser confirmado por meio de exame de PCR.

  • D.

    O diagnóstico de infecção por P. carinii pode ser feito por meio da visualização de cistos no escarro ou no lavado broncoalveolar corado com azul de o-toluidina.

  • E.

    Conclui-se do texto que a prevalência sorológica de P. carinii é elevada em indivíduos infectados por HIV.