Biologia Metodologia Científica Práticas Laborais

Um elevado percentual de indivíduos infectados pelo vírus da hepatite C (HCV) desenvolve infecção crônica com alto potencial evolutivo para cirrose. A sorologia permite a detecção de uma infecção prévia, mas não permite a diferenciação entre uma infecção corrente e pacientes que eliminaram o vírus espontaneamente. A presença do vírus, assim como a sua quantificação, deverão ser comprovadas pela detecção de seu RNA pela técnica de:

  • A.

    PCR

  • B.

    Imunofluorescência

  • C.

    Hemaglutinação indireta

  • D.

    NESTED-PCR

  • E.

    ELISA