Biologia Metodologia Científica Práticas Laborais

A partir de 2001, começou a ser usada a classificação de Bethesda para os diagnósticos das citologias cervicovaginais. Até então, usava-se a classificação de Papanicolaou. Uma lesão diagnosticada como classe IV de Papanicolaou seria diagnosticada no sistema Bethesda, como

  • A.

    atipias em células glandulares.

  • B.

    lesão intraepitelial escamosa de alto grau.

  • C.

    lesão intraepitelial escamosa de baixo grau.

  • D.

    células escamosas com atipias de significado indeterminado (ASCUS).

  • E.

    negativa