Biologia Meio Ambiente Recursos Hídricos

O cultivo de camarões em cativeiro, apesar de estar se tornando uma atividade econômica importante no Brasil, desperta preocupações com relação aos impactos que pode causar ao meio ambiente.

Um relatório da EMBRAPA e da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos do Ceará mostra que, em 31 fazendas de camarões no rio Jaguaribe, esse cultivo gera alta carga de eutrofização da água, em níveis muitos superiores aos limites permitidos pela legislação federal e estadual. São também freqüentes as notícias de que boa parte dos viveiros de camarões no país está ocupando, de forma irregular, os mangues.

Internet: (com adaptações).

Tendo o texto acima como referência inicial, assinale a opção correta.

  • A.

    As preocupações com relação aos impactos do cultivo de camarões são infundadas, pois esta é uma atividade altamente lucrativa e os impactos que causa ao meio ambiente são irrelevantes.

  • B.

    De modo geral, o cultivo de camarão marinho compreende duas fases: a larvicultura, quando ocorre a produção de larvas, e a engorda, fase de crescimento do camarão até a idade adequada para a sua comercialização.

  • C.

    Uma alternativa econômica de exploração dos mangues que não resulta em impacto significativo ao meio ambiente é a coleta de crustáceos.

  • D.

    Mangues, ao contrário de restingas, não são áreas de preservação permanente.