O Toxoplasma gondii é um parasita relativamente desconhecido da população brasileira que, paradoxalmente, tem ampla disseminação, principalmente pelo contato com gatos e outros animais domésticos tais como cães, papagaios, coelhos, galinhas, entre outros, aliado a questões de cuidados com a higiene pessoal. Possui diversas fases de desenvolvimento nos hospedeiros definitivo e intermediário. Sobre essas fases estão corretas as seguintes afirmações:
  • A. as formas assexuadas encontradas no intestino são os taquizoítos, que se desenvolvem rapidamente, sendo essa fase a melhor para diagnosticar a doença.
  • B. as formas assexuadas encontradas no interior das células são os bradizoítos, que se desenvolvem lentamente, sendo possível o diagnóstico, nessa fase, somente por análise microscópica do sangue.
  • C. o termo pseudocisto refere-se a células cheias de bradizoítos, diferindo dos cistos verdadeiros pela estrutura da membrana externa.
  • D. são formas de resistências tanto o oocisto quanto o cisto, sendo o primeiro uma adaptação para o meio externo e o segundo, para o interior do organismo.
  • E. na fase gametofítica apresenta o gameta feminino multinucleado e o masculino, uninucleado.