A biodiversidade do Pantanal é enorme. Neste ecossistema, encontram-se animais típicos como o jacaré-do-pantanal, o cervo-do-pantanal, a arara- azul, a perereca e o peixe pacu. Comparando a anatomia e a fisiologia desses animais, fica evidente, do ponto de vista evolutivo, a maior eficiência alcançada pelo sistema circulatório nos animais homeotérmicos. Este fato é explicado pelas seguintes características:

  • A.

    no jacaré-do-pantanal e na perereca, a circulação é dupla e completa, o que garante bom nível de oxigenação dos tecidos

  • B.

    na perereca e no pacu o sangue passa uma única vez no coração a cada ciclo de circulação, mantendo a pressão arterial em toda a trajetória

  • C.

    no cervo-do-pantanal e no jacaré-do-pantanal, a circulação é simples e incompleta, o que significa que há mistura dos sangues rico e pobre em oxigênio

  • D.

    na arara-azul e no cervo-do-pantanal, o sangue oxigenado não se mistura com o sangue carbonado, uma vez que há completa separação entre seus ventrículos