A incompatibilidade materno-fetal (mãe Rh negativo, feto Rh positivo) causadora da eritroblastose, pode ser prevenida através da injeção de anticorpo:

  • A.

    anti-Rh positivo no bebê logo após o parto;

  • B.

    anti-Rh positivo no bebê antes do parto;

  • C.

    anti-Rh negativo no bebê logo após o parto;

  • D.

    anti-Rh na mulher, logo após o parto do primeiro bebê Rh positivo;

  • E.

    anti-Rh na mulher, logo após o parto do primeiro bebê Rh negativo.