Diz-se que uma determinada proteína possui um ponto isoelétrico alto quando exibe a seguinte característica estrutural:
  • A. possui um alto peso molecular;
  • B. tem uma alta proporção de aminoácidos básicos;
  • C. é muito sensível à degradação por enzimas proteolíticas;
  • D. não se desnatura em altas temperaturas;
  • E. apresenta mais de uma mutação em sua estrutura.