Ciência da Computação Arquitetura de Computadores

A arquitetura de entrada/saída (E/S) de um computador constitui sua interface com o mundo externo. Ela é projetada para permitir um controle sistemático da interação com o mundo externo e fornecer ao sistema operacional as informações que ele necessita para gerenciar a atividade de E/S de maneira efetiva. A respeito desse tema, julgue os itens subseqüentes.

I O controle de transferência de dados de um dispositivo externo para o processador pode envolver a seguinte seqüência de etapas: o processador interroga o módulo de E/S para verificar o estado do dispositivo a ele conectado; o módulo de E/S retorna o estado do dispositivo; se o dispositivo estiver em operação e pronto para transmitir, o processador requisitará a transferência de dados, enviando um comando para o módulo de E/S; o módulo de E/S obtém uma unidade de dados, como por exemplo 8 ou 16 bits; os dados são transferidos do módulo de E/S para o processador.

II Na técnica de E/S dirigida por interrupção, o processador envia um comando de E/S e continua a executar outras instruções, sendo interrompido pelo módulo de E/S quando este tiver completado seu trabalho. Nessa técnica, o processador não é responsável por obter dados da memória principal, em uma operação de saída, nem por armazenar dados na memória principal, em uma operação de entrada.

III A técnica de acesso direto à memória envolve um módulo adicional no barramento do sistema. Esse módulo ou controlador de DMA (direct memory access) é capaz de imitar o processador e, de fato, controlar o sistema do processador.

IV A interface SCSI, geralmente, é referenciada como um barramento. Cada dispositivo SCSI possui dois conectores: um para entrada e outro para saída. Eles funcionam de maneira independente na troca de dados, por exemplo, o conteúdo de um disco rígido pode ser copiado diretamente para uma fita sem envolver o processador.

<P align=j
  • A. I, II e III.
  • B. I, II e V.
  • C. I, III e IV.
  • D. II, IV e V.
  • E. III, IV e V.