Ciência da Computação Segurança da Informação Backup

Um planejamento detalhado é o ponto de partida para a eficácia de um plano de backup e recuperação. Na implementação de uma solução eficaz de backup e recuperação, incluindo planos de prevenção de desastres e planos de recuperação de desastres, o backup incremental é aquele que

  • A. captura os dados que foram alterados desde o último backup total. Necessita-se de uma fita de backup total e da fita incremental mais recente para executar uma restauração completa do sistema. Ele não marca os arquivos como tendo sido submetidos a backup, ou seja, o atributo de arquivamento não é desmarcado.
  • B. captura todos os dados, incluindo arquivos de todas as unidades de disco rígido. Cada arquivo é marcado como tendo sido submetido a backup, ou seja, o atributo de arquivamento é desmarcado ou redefinido. Uma fita atualizada de backup incremental pode ser usada para restaurar completamente um servidor em um determinado momento.
  • C. mantém dados redundantes, pois os dados alterados e não alterados são copiados para fitas sempre que um backup incremental é executado.
  • D.

    captura todos os dados que foram alterados desde o backup total ou incremental mais recente. Deve-se usar uma fita de backup total (não importa há quanto tempo ela tenha sido criada) e todos os conjuntos de backups incrementais subseqüentes para restaurar um servidor. Um backup incremental marca todos os arquivos como tendo sido submetidos a backup, ou seja, o atributo de arquivamento é desmarcado ou redefinido.

  • E.

    pode ser utilizado em conjunto com o backup diferencial. Uma restauração completa exige no máximo dois conjuntos de fitas — a fita do último backup diferencial e a do último backup incremental.