Ciência da Computação Software Engenharia de Software

Pesquisa revela desconhecimento da população brasileira sobre causas do acidente vascular cerebral

Os brasileiros não estão informados sobre o fato do AVC ser uma das principais causas de mortalidade, e elegem outras razões como os fatores mais frequentes de óbitos no país.

O Brasil é o país com um dos índices epidemiológicos mais expressivos em número de mortes por acidente vascular cerebral (AVC) na América Latina, com mais de 129 mil casos todos os anos. Uma das principais causas deste problema é a fibrilação atrial, um tipo de arritmia cardíaca que atinge cerca de 1,5 milhão de pessoas no país. No entanto, menos de 4% dos brasileiros conseguem relacionar esta condição à ocorrência de um derrame cerebral. Isso é o que mostra uma pesquisa realizada pela Bayer HealthCare Pharmaceuticals com o apoio da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), com sete mil participantes acima de 18 anos, em oito capitais (São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Belo Horizonte, Recife, Brasília, Curitiba e Porto Alegre).

O texto acima foi divulgado pela equipe de comunicação de uma grande companhia farmacêutica (Bayer HealthCare) e divulgado no sítio da empresa (www.bayer.com.br) em 23 de maio de 2012. Pela sua construção, percebe-se que ele se direciona a um público que

  • A.

    estuda causas de AVC.

  • B.

    pode divulgar informações sobre AVC.

  • C.

    já teve problemas com AVC.

  • D.

    pretende prevenir AVC.

  • E.

    realiza terapias pós-AVC.