Ciência da Computação Software Engenharia de Software

Os processos de desenvolvimento rápido de software são concebidos para produzir, rapidamente, softwares úteis. O software não é desenvolvido como uma única unidade, mas como uma série de incrementos, em que cada incremento inclui uma nova funcionalidade no sistema. Embora existam muitas abordagens para o desenvolvimento rápido de software, elas compartilham algumas características fundamentais, como

  • A.

    a definição de requisitos e alterações no sistema, que devem ser definidas antes do início do processo, podendo ser alteradas somente após a total entrega e aceite do produto, trazendo agilidade ao processo, pois a equipe de desenvolvimento pode trabalhar sem a interferência do usuário final.

  • B.

    os processos de especificação, projeto e implementação, que são criados em uma única etapa do sistema, diferindo de processos tradicionais de desenvolvimento de software, que os intercalam e reduzem a velocidade em que o software é produzido.

  • C.

    a especificação detalhada de todo o projeto, que contém documentos de requisitos elaborados para cada detalhe funcional e não funcional e também de cada novo item incluído nas etapas de iteração.

  • D.

    a diminuição do número de versões, que aumenta a quantidade de itens funcionais incluídos em cada entrega. A especificação e avaliação de cada versão são exclusivas da equipe de desenvolvimento, fato que contribui para o aumento da velocidade e rapidez do processo.

  • E.

    as interfaces de usuário do sistema, que geralmente são desenvolvidas com o auxílio de um sistema interativo que permite a criação rápida do projeto da interface por meio de desenho e inserção de ícones.