A ISO padronizou um modelo de gerenciamento de rede que é estruturado em cinco áreas, das quais não faz parte o gerenciamento de
  • A. configuração.
  • B. desempenho.
  • C. falhas.
  • D. mudanças.
  • E. segurança.