A arquitetura do e-PING ( Padrões de Interoperabilidade do Governo Brasileiro), segundo a versão 2014, está segmentada em cinco partes, para cada uma das quais foi criado um grupo de trabalho, composto por profissionais atuantes em órgãos dos governos federal, estadual e municipal, especialistas em cada assunto. Assinale a alternativa que não é um segmento da arquitetura e-PING.
  • A. Padrões Abertos.
  • B. Interconexão.
  • C. Segurança.
  • D. Meios de Acesso.
  • E. Organização e Intercâmbio de Informações.