No Linux, o sistema de arquivos Ext3 faz parte da geração extended file system, em que o seu maior benefício é o suporte a journaling. O Ext3 suporta os três modos diferentes de journaling descritos a seguir. I - padrão no Ext3, grava somente mudanças em arquivos metadata, que armazenam informações sobre os outros, mas guardam as atualizações no arquivo de dados antes de fazer as mudanças associadas ao sistema de arquivos. II - grava todas as mudanças em sistema de arquivos, é o mais lento dos três, mas é o que possui maior capacidade de evitar perda de dados. III - só grava mudanças para o sistema de arquivos em metadados, mas utiliza o processo de escrita do sistema de arquivos em uso para gravação, é o mais rápido, mas menos confiável. Os modos I, II e III são conhecidos, respectivamente, como:
  • A. standard, ordered e jornal
  • B. ordered, jornal e writeback
  • C. jornal, writeback e optimized
  • D. optimized, standard e ordered
  • E. writeback, optimized e standard