O Red Hat Enterprise Linux utiliza um esquema de nomenclatura mais flexível e traz mais informações do que o esquema usado por outros sistemas operacionais. O esquema de nomenclatura é baseado em arquivos, com os nomes de arquivos no formato /dev/xxyN.

/dev/ - Este é o nome do diretório onde encontram-se todos os arquivos de dispositivos. Já que partições residem em discos rígidos, e discos rígidos são dispositivos, os arquivos representando todas as partições possíveis residem em /dev/.

xx - As primeiras duas letras do nome da partição indicam o tipo de dispositivo no qual a partição reside, geralmente hd (para discos IDE) ou sd (para discos SCSI). y - I

N - O número final denota a partição. As primeiras quatro partições são numeradas de 1 a 4. Partições lógicas começam com 5.

 A lacuna I é corretamente substituída por: Essa letra indica

  • A. o tipo de formatação utilizado para uma determinada partição. Cada letra representa um tipo de partição de acordo com o padrão POSIX. O caractere especial ‘?’ indica um formato estendido, neste caso, o tipo de formatação é verificado no bloco inicial do disco.
  • B. qual o modelo de sistema de arquivos esta unidade está usando. Letras de ‘a’ até ‘z’ são atribuídas de acordo com a tabela de alocação de arquivos: (FAT).
  • C. a ordem de montagem das partições para cada disco.
  • D. o tipo de partição presente no disco. As letras de ‘a’ até ‘z’ indicam o formato de acordo com a FAT (tabela de alocação de arquivos). O caractere especial ‘?’ indica que essa partição ainda não foi formatada.
  • E. em qual dispositivo a partição está. Por exemplo, /dev/hda (o primeiro disco rígido) ou /dev/sdb (o segundo disco).