Uma das maneiras de se implementar qualidade de serviço (QoS) em redes TCP/IP é através do modelo DiffServ (Differentiated Services). O tipo de tratamento que o pacote deve receber ao longo do seu encaminhamento pela rede é identificado por um valor chamado DSCP (Differentiated Services Code Point). Esse valor, que fica armazenado no próprio cabeçalho IP do pacote, dá uma nova interpretação a um antigo campo do cabeçalho conhecido como:
  • A. EF;
  • B. TTL;
  • C. TOS;
  • D. FLAGS;
  • E. ECN.