Questões de Concurso de Crimes Contra o Patrimônio - Direito Penal

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão 774398

Ministério Público da União (MPU) 2015

Cargo: Técnico do MPU - Área de Atividade: Apoio Técnico Administrativo - Especialidade: Segurança Institucional / Questão 95

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Médio

A respeito dos crimes contra o patrimônio, julgue os itens a seguir. Considere que um indivíduo tenha encontrado, na rua, um celular identificado e totalmente desbloqueado. Considere, ainda, que esse indivíduo tenha mantido o objeto em sua posse, deixando de restituí-lo ao dono. Nessa situação, só existirá infração penal se o legítimo dono do objeto tiver reclamado a sua posse e o objeto não lhe tiver sido devolvido.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 774399

Ministério Público da União (MPU) 2015

Cargo: Técnico do MPU - Área de Atividade: Apoio Técnico Administrativo - Especialidade: Segurança Institucional / Questão 96

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Médio

A respeito dos crimes contra o patrimônio, julgue os itens a seguir. O furto de bagatelas não é passível de punição por ser o valor da coisa pequeno ou insignificante, havendo, nesse caso, exclusão da tipicidade.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 774400

Ministério Público da União (MPU) 2015

Cargo: Técnico do MPU - Área de Atividade: Apoio Técnico Administrativo - Especialidade: Segurança Institucional / Questão 97

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Médio

A respeito dos crimes contra o patrimônio, julgue os itens a seguir. O crime de extorsão mediante sequestro, desde que se prove que a intenção do agente era, de fato, sequestrar a vítima, se consuma no exato instante em que a pessoa é sequestrada, privada de sua liberdade, independentemente de o(s) sequestrador(es) conseguir(em) solicitar(em) ou receber(em) o resgate.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 710940

Tribunal Regional Federal / 3ª Região (TRF 3ª) 2014

Cargo: Técnico Judiciário - Área Segurança e Transporte / Questão 28

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Médio

Os crimes contra o patrimônio e os crimes de furto e roubo possuem uma similaridade na definição, sendo que em ambos há a subtração de coisa alheia móvel para si ou para outrem. Contudo, no roubo o crime é cometido
  • A. mediante destreza.
  • B. com abuso de confiança ou fraude.
  • C. com emprego de chave falsa.
  • D. mediante escalada.
  • E. mediante violência ou grave ameaça a pessoa.

Questão 705926

Polícia Militar - CE (PM/CE) 2014

Cargo: Primeiro - Tenente / Questão 100

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Julgue os itens seguintes, referentes ao crime e seus elementos e ao fato típico.

Considere a seguinte situação hipotética.

José, com dezoito anos de idade, e Lauro, com quinze anos de idade, recém-egressos de casa de internação onde cumpriram medida socioeducativa após a prática de ato infracional, mediante ajuste prévio, passaram conjuntamente a subtrair objetos de transeuntes na rua, sem violência ou ameaça.

Nessa situação hipotética, José responderá por crime de furto qualificado.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 970517

Polícia Civil - BA 2018

Cargo: Delegado de Polícia / Questão 45

Banca: Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP)

Nível: Superior

Imagine que o indivíduo “1”, que tem conta-corrente no banco “2”, emitiu cheque sem fundo em desfavor do estabelecimento comercial “3”, que efetuou o depósito do cheque no banco “4”. De acordo com a jurisprudência dos Tribunais Superiores (Súmula 244 do STJ), o estelionato mediante a emissão de cheque sem provisão de fundos
  • A. será processado no local da residência de “1”.
  • B. será processado no local em que se situa o banco “2”, onde se deu a recusa.
  • C. será processado no local em que se situa o estabelecimento comercial “3”, que recebeu o cheque.
  • D. será processado no local em que se situa o banco “4”, no qual o cheque foi depositado.
  • E. é fato atípico se recompensado o prejuízo até o recebimento da denúncia.

Questão 972968

Cargo: / Questão 46

Banca:

Nível:

Utilizando-se de uma chave falsa, José invadiu um museu e amarrou o vigilante Marcos na cama em que este cochilava, a fim de efetivar a subtração de obras de arte que guarneciam o local. Durante a amarração, Marcos acorda, tenta impedir José, mas não consegue se desvencilhar das cordas e assiste, impotente, ao cometimento do crime. Praticada a subtração, José deixou o local, sem desamarrar Marcos. Horas depois, por conta de uma inesperada e forte chuva seguida de inundação, e em razão de estar amarrado, Marcos morreu por afogamento. Considere a inundação causa superveniente relativamente independente.

Diante desse quadro, José será responsabilizado por

  • A. latrocínio (CP, art. 157, § 3o).
  • B. roubo impróprio (CP, art. 157, § 1o).
  • C. roubo (CP, art. 157) em concurso com homicídio culposo (CP, art. 121, § 3o).
  • D. roubo próprio (CP, art. 157, caput).
  • E. furto qualificado (CP, art. 155, § 4o, III) em concurso com homicídio culposo (CP, art. 121, § 3o).

Questão 962233

Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) 2018

Cargo: Agente de Inteligência / Questão 51

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Médio

Acerca dos crimes contra a incolumidade pública, julgue os itens que se seguem. O crime de explosão é considerado um crime de dano, pois o objeto jurídico tutelado são os bens materiais.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 973460

Tribunal Regional do Trabalho / 6ª Região (TRT 6ª) 2018

Cargo: Técnico Judiciário - Área Segurança / Questão 58

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Médio

Ao sair da faculdade, Mariana foi abordada por Marcos e Carlos que, mediante a afirmação de que estariam armados de revólver, a ameaçaram e determinaram a entrega do celular. Mariana, intimidada, teve seu celular subtraído. Marcos e Carlos, de acordo com a legislação penal em vigor, poderão responder pelo crime de
  • A. extorsão, aumentando-se a pena de um terço até metade.
  • B. roubo, sem qualquer aumento de pena.
  • C. roubo, aumentando-se a pena de um terço até metade.
  • D. furto, aumentando-se a pena de um terço até metade.
  • E. furto, sem qualquer aumento de pena.

Questão 973465

Tribunal Regional do Trabalho / 6ª Região (TRT 6ª) 2018

Cargo: Técnico Judiciário - Área Segurança / Questão 63

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Médio

Santiago, grafiteiro de renome, cidadão sem antecedentes criminais, em protesto às medidas políticas de ordem federal, pinta monumento histórico tombado, de propriedade particular, deteriorando-o e alterando suas características originais. Santiago, em tese, cometeu
  • A. crime de natureza política.
  • B. crime de dano, mas não pode ser considerada infração de menor potencial ofensivo.
  • C. conduta atípica, pois a arte agregou valor ao monumento tombado.
  • D. ilícito civil, apenas, que poderá ser reparado com a restauração do monumento.
  • E. crime de dano, podendo ser considerada infração de menor potencial ofensivo.