Informática Básica / Microinformática Sistemas Operacionais Linux

O Linux Red Hat foi desenvolvido com o objetivo de facilitar a configuração e tornar o uso do sistema mais transparente. Todas as ferramentas desenvolvidas pela equipe do Red Hat tinham seu código aberto, o que possibilitou o surgimento de muitas outras distribuições derivadas dele, incluindo o Mandrake (França), o Conectiva (Brasil) e o SuSE (Alemanha).

O Linux Red Hat é

  • A. uma aplicação monotarefa que evoluiu para multitarefa com o advento das redes distribuídas. Apesar de sua instalação ser insuficiente no que diz respeito à guarda das informações dos pacotes instalados para uso posterior, sua aplicação concatenada com outros pacotes permite que tal insuficiência se ja contornada em ambientes centralizados.
  • B. uma adaptação do conceito de multiprocessamento desenvolvido para ser processado em ambientes distribuídos e multitarefas. Contudo, sua instalação é insuficiente no que diz respeito à guarda das informações dos pacotes instalados para uso posterior.
  • C. um processo de gerenciamento de sistemas orientado a pacotes. Cada pacote é gerenciado como um aplicativo único em cada nó de rede. O sistema guarda as informações de conexão em um banco de dados de controle para eventuais recuperações.
  • D. um sistema de gerenciamento de pacotes, onde cada programa incluído no sistema é transformado em um pacote compactado, que pode ser instalado por meio de um único comando. O sistema guarda as informações dos pacotes instalados, permitindo que sejam removidos completamente depois.
  • E. um sistema orientado a conexões, onde cada programa incluído na rede é alocado em um nó compactado, que é instalado por meio de um script de comandos. O sistema guarda as informações de conexão em um banco de dados de controle para eventuais recuperações.