Informática Básica / Microinformática Conceitos Básicos Memória

Para fazer uma cópia de segurança é preciso tomar duas decisões: que programa e que dispositivo de armazenamento usar. Em relação aos dispositivos de armazenamento, considere:

I. É necessário dispor de um gravador de discos deste padrão. Mesmo usando os de maior capacidade disponíveis no mercado, a cópia de segurança poderá resultar em uma pilha de discos e consumirá um tempo considerável, já que não é possível automatizar o procedimento. Permitem uma cópia de segurança limitada.

II. São mais seguros e existem unidades de grande capacidade a preços bastante acessíveis. Uma unidade destas pode garantir a preservação dos dados em caráter quase permanente (como são dispositivos mecânicos, podem eventualmente apresentar defeitos). Quando usados para as cópias de segurança, é recomendável que sejam utilizados exclusivamente para este fim. Há dispositivos internos ou externos ao computador.

III. As unidades de memória não volátil tipo flash são conectadas através de portas USB. Têm a vantagem de serem reutilizadas, não custarem muito e permitirem que as cópias de segurança sejam armazenadas em locais distantes do computador. Não há como criar uma imagem do sistema em uma unidade destas nem automatizar os procedimentos. Portanto, podem servir para situações específicas.

Os dispositivos descritos em I, II e III correspondem, respectivamente, a

  • A.

    discos magnéticos graváveis − discos ópticos regraváveis − cartões SD, mini-SD e microSD.

  • B.

    discos ópticos graváveis − discos magnéticos − pen-drives.

  • C.

    discos magnéticos − discos rígidos − Blu ray.

  • D.

    DVDs e CDs − Blu ray − cartão Eye-Fi wireless.

  • E.

    discos rígidos − discos ópticos regraváveis − cartões SDHC e SDXC.