Questões de Concurso de Código de Ética do Assistente Social - Legislação Federal

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão 884870

Tribunal de Justiça   - SP (TJSP/SP) 2017

Cargo: Assistente Social Judiciário / Questão 62

Banca: Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP)

Nível: Superior

O Código de Ética Profissional do Assistente Social explicita, em seu artigo 2o, a “defesa intransigente dos direitos humanos e recusa do arbítrio e do autoritarismo”. Para efetivação dessa defesa, é indispensável a compreensão de direitos humanos como universais, indivisíveis, interdependentes e inter-relacionados. Supõe também reconhecê-los como um conjunto de direitos, inclusive o direito à solidariedade, à paz, ao desenvolvimento e a um ambiente sadio. Vale destacar, conforme Aguinsky (2006), que a busca pela efetivação desses direitos implica em um processo de enfrentamento de interesses, que se processam nos âmbitos nacional e internacional e são de natureza divergente. Esses interesses são, fundamentalmente,
  • A. plurais.
  • B. econômicos.
  • C. sociológicos.
  • D. genéricos.
  • E. específicos.

Questão 876261

Tribunal Regional do Trabalho / 8ª Região (TRT 8ª) 2016

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Especialidade: Serviço Social / Questão 3

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Os princípios do Código de Ética do Serviço Social
  • A. carecem de clareza quanto a sua direção social.
  • B. defendem a democracia e a cidadania liberal.
  • C. são embasados nos valores da meritocracia.
  • D. são independentes entre si.
  • E. têm pesos diferenciados.

Questão 876269

Tribunal Regional do Trabalho / 8ª Região (TRT 8ª) 2016

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Especialidade: Serviço Social / Questão 11

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Acerca de fundamentos éticos, ética profissional e legislação específica, assinale a opção correta.
  • A. O assistente social não pode ser contratado como assistente técnico por alguma das partes envolvidas.
  • B. Quando o assistente social for inquirido na qualidade de perito ou assistente técnico, deve emitir opinião que traduza seus preceitos morais.
  • C. O assistente social, na qualidade de perito judicial ou assistente técnico, deve prestar informações sobre os fatos presenciados ou de que tenha tomado conhecimento em decorrência de seu exercício profissional.
  • D. Não há normativas para atividade privativa do profissional do assistente social como perito ou assistente técnico, além daquelas contidas na Lei de Regulamentação Profissional e no Código de Ética dos Assistentes Sociais.
  • E. É vedado ao assistente social depor na qualidade de testemunha, devendo comparecer à audiência e declarar obrigação de sigilo profissional.

Questão 881956

Assembléia Legislativa - MS 2016

Cargo: Assistente Social / Questão 45

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

O Assistente Social, ao atuar em consonância com os princípios fundamentais do Código de Ética editado em 1993, deve posicionar-se
  • A. com base na estrutura legal das políticas sociais, independentemente da inscrição de modelos mais participativos ou não.
  • B. em favor da equidade e justiça social, que assegure universalidade de acesso aos bens e serviços relativos aos programas e políticas sociais, bem como sua gestão democrática.
  • C. conforme a estrutura institucional, considerando que os direitos sociais se iniciam com a ordem e a obediência aos pressupostos organizativos.
  • D. na defesa condicionada dos direitos humanos, pois estes têm se construído ao longo da histórica e respondem ao grau de organização dos movimentos sociais.
  • E. em favor da qualidade dos serviços prestados à população, independentemente do seu modelo de gestão e da oferta universal, pois para a garantia de direitos é necessário priorizar os que mais necessitam.

Questão 881990

Assembléia Legislativa - MS 2016

Cargo: Assistente Social / Questão 79

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

O atual Código de Ética do Assistente Social contempla princípios fundamentais que orientam a sua atuação profissional. Um destes princípios é
  • A. o reconhecimento da liberdade como valor ético central e das demandas políticas a ela inerentes − autonomia, emancipação e plena expansão dos indivíduos sociais.
  • B. a orientação modernizadora da ação profissional que prima pela correção dos desvios de conduta que podem afetar os usuários, estabelecendo estratégias para o alcance do bem comum e da justiça social.
  • C. o pensamento teológico que pressupõe aceitar como princípios a existência de uma essência humana predeterminada e uma ordem que se reproduz socialmente nas diferentes funções que cada um exerce, conforme sua relação com a natureza e suas potencialidades.
  • D. a concepção dos usuários como sujeitos de direitos que precisam ser estimulados a participarem de processos individuais, grupais e comunitários, contribuindo para o desenvolvimento destes e a correção dos desníveis sociais.
  • E. a concepção de que os usuários desajustados necessitam de tratamento dos fatores materiais e das dificuldades monetárias que os atingem, com vistas ao desenvolvimento da própria personalidade para enfrentamento e superação de tais situações-problema.

Questão 843681

Prefeitura de São Luís - MA 2017

Cargo: Técnico Municipal Nível Superior/Nível IX-A - Especialidade: Assistência Social / Questão 40

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

De acordo com o Código de Ética do Assistente Social, ao assistente social
  • A. é facultado realizar denúncia aos órgãos competentes dos casos de violação dos direitos humanos, no que diz respeito à ausência de condições mínimas de sobrevivência.
  • B. compete, no trabalho multidisciplinar, compartilhar todas as informações adquiridas em decorrência do exercício profissional.
  • C. é vedado integrar comissão interdisciplinar de ética em seu local de trabalho, quando se tratar de avaliação da conduta profissional de outra categoria.
  • D. cabe garantir a discussão com os usuários sobre as possibilidades das situações, devendo o assistente social respeitar as decisões daqueles, ainda que sejam contrárias a seus valores ou a suas crenças.
  • E. é permitido intervir na prestação de serviços que estejam sendo efetuados por outro profissional sempre que ele oferecer respostas mais efetivas às demandas dos usuários.

Questão 879295

Manaus Previdência - AM (MANAUSPREVI/AM) 2015

Cargo: Analista Previdenciário - Área Serviço Social / Questão 35

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

O atual Código de Ética Profissional do assistente social, capítulo IV, trata da relação do Serviço Social com a Justiça. Nele, estão descritos como deveres do assistente social:

I. apresentar à justiça, quando convocado na qualidade de perito ou testemunha, as conclusões do seu laudo ou depoimento, sem extrapolar o âmbito da competência profissional e violar os princípios éticos contidos neste Código.

II. comparecer perante a autoridade competente, quando intimado a prestar depoimento, para declarar que está obrigado a guardar sigilo profissional nos termos deste Código e da Legislação em vigor.

III. depor como testemunha sobre situação sigilosa do usuário de que tenha conhecimento no exercício profissional, mesmo quando autorizado.

Está correto o que se afirma em

  • A. I e II, apenas.
  • B. II e III, apenas.
  • C. I e III, apenas.
  • D. III, apenas.
  • E. I, II e III.

Questão 879306

Manaus Previdência - AM (MANAUSPREVI/AM) 2015

Cargo: Analista Previdenciário - Área Serviço Social / Questão 46

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Constitui-se como atribuição privativa do assistente social, conforme o art. 5o do Código de Ética Profissional, inciso III, a realização de assessoria em matéria de Serviço Social. Esta assessoria consiste em
  • A. realizar ações de qualquer natureza de ação extensionista na prestação de serviços relativos às atividades previdenciárias.
  • B. compreender essa atribuição como militância política, na atuação para a garantia dos direitos de cidadania e na mobilização política da classe trabalhadora.
  • C. realizar, necessariamente, um trabalho para aqueles profissionais e/ou equipes que estão enfrentando problemas, não pressupondo tal atividade como um processo continuado de aperfeiçoamento da ação desenvolvida pelos assessorados, mas apenas a resolução dos conflitos existentes.
  • D. construir o processo cotidianamente com os assessorados possibilitando-lhes autonomia para acatar ou não as proposições da assessoria, assumindo, dessa forma, postura propositiva e de interlocução com quem assessora com a adoção de estratégias de trabalho participativo.
  • E. assumir o papel de porta-voz do que deve ou não ser feito, pois o assistente social é aquele que estuda a realidade, ouve e acolhe as sugestões de quem o contratou, propõe alterações de fluxos de trabalho e busca o convencimento de quem assessora, congelando as suas ações, para que assim possa obter êxito no desempenho profissional.

Questão 843697

Prefeitura de São Luís - MA 2017

Cargo: Técnico Municipal Nível Superior/Nível IX-A - Especialidade: Assistência Social / Questão 56

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

De acordo com o estabelecido no Código de Ética do Assistente Social, assinale a opção correta.
  • A. É dever do assistente social assumir responsabilidade por atividades a ele designadas, mesmo que não esteja capacitado pessoal e tecnicamente.
  • B. É vedado ao assistente social denunciar ato de outros profissionais, mesmo contrariando os postulados éticos.
  • C. É vedado ao assistente social apresentar à justiça, quando convocado como testemunha, as conclusões do seu laudo.
  • D. É dever do assistente social participar de programas de socorro à população em situação de calamidade pública.
  • E. É dever do assistente social, no desenvolvimento de trabalho multiprofissional, compartilhar todas as informações em relação ao usuário.

Questão 843698

Prefeitura de São Luís - MA 2017

Cargo: Técnico Municipal Nível Superior/Nível IX-A - Especialidade: Assistência Social / Questão 57

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

De acordo com o estabelecido no Código de Ética do Assistente Social, assinale a opção correta, com relação às penalidades decorrentes de infrações.
  • A. A penalidade de multa deve ser executada pelo Conselho Federal de Serviço Social.
  • B. A advertência pública é divulgada em diário oficial.
  • C. A advertência reservada é afixada na sede do Conselho Regional de Serviço Social em local predefinido e reservado.
  • D. A pena de multa varia entre três e doze salários mínimos.
  • E. Uma das penalidades aplicadas é a prestação de serviços à comunidade.