Questões de Concurso de Código de Ética do Contabilista - Legislação Federal

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão 847207

Tribunal Regional Federal / 2ª Região (TRF 2ª) 2017

Cargo: Analista Judiciário - Área Contadoria / Questão 59

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Superior

“Um contador, chamado Júnior, tem um amigo de mais de 30 anos de amizade e sabe-se que este amigo sempre agiu com honestidade. Certo dia, para conseguir um financiamento, o amigo pediu para o contador emitir um parecer sobre a situação financeira de sua empresa. O contador da empresa é outro, e Júnior não tem qualquer conhecimento sobre os documentos contábeis da empresa.” De acordo com o código de ética do contador, ele deve:
  • A. Emitir o parecer, já que sabe que este amigo sempre agiu com honestidade.
  • B. Não emitir o parecer, pois não tem em mãos os documentos que comprovem a situação.
  • C. Emitir o parecer, desde que ligue antes para o contador da empresa e se informe da situação.
  • D. Não emitir o parecer, pois não poderia cobrar do amigo, o que é vedado pelo código de ética do contador.

Questão 847208

Tribunal Regional Federal / 2ª Região (TRF 2ª) 2017

Cargo: Analista Judiciário - Área Contadoria / Questão 60

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Superior

Segundo o código de ética do contador, a transgressão de preceito deste Código constitui infração ética, sancionada, segundo a gravidade, com a aplicação de uma das seguintes penalidades: advertência reservada, censura reservada e censura pública. Na aplicação das sanções éticas, podem ser consideradas como atenuantes:

I. Ação desenvolvida sem prerrogativa profissional.

II. Ausência de punição ética anterior.

III. Prestação de relevantes serviços à Contabilidade.

Estão corretas as alternativas

  • A. I, II e III.
  • B. I e II, apenas.
  • C. I e III, apenas.
  • D. II e III, apenas.

Questão 821846

Tribunal Regional do Trabalho / 23ª Região (TRT 23ª) 2016

Cargo: Analista Judiciário - Área Administrativa - Especialidade: Contabilidade / Questão 30

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

O Escritório de Contabilidade Cofre Azul Ltda. realizou cinco atividades. A atividade que NÃO atende ao código de ética Profissional do contador é
  • A. registrar/provisionar obrigações tributárias da empresa cliente nas demonstrações contábeis do cliente e não as recolher, para os Governos Federais, Estaduais ou Municipais.
  • B. divulgar a titulação de seus sócios, especializações, lista de clientes e trabalhos já realizados.
  • C. revelar negociação confidenciada pelo cliente ou empregador para acordo ou transação que, comprovadamente, tenha tido conhecimento.
  • D. comunicar ao COAF operações suspeitas de lavagem de dinheiro ou fraude.
  • E. formalizar todos os serviços pactuados com seus clientes, por meio de contrato escrito, estabelecendo, prazo, honorários, início e término dos trabalhos.

Questão 815288

Prefeitura de Ibiraçu - ES 2015

Cargo: Auditor de Controle Externo / Questão 17

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Superior

Considerando o Código de Ética e as Normas de Auditoria, assinale a afirmativa INCORRETA.
  • A. Os auditores são obrigados a cumprir normas superiores de conduta, como, por exemplo, honradez e imparcialidade.
  • B. Para preservar a confiança da sociedade, a conduta dos auditores deve ser irrepreensível e deve estar, sobretudo, acima de qualquer suspeita.
  • C. O Código de Ética aplicado aos trabalhados de auditoria contém os valores e os princípios que orientam o trabalho diário dos auditores. Um dos princípios estabelecidos no Código de Ética é a obrigação do auditor em aplicar normas de auditoria comumente aceitas.
  • D. A confiança e o respeito públicos que suscitam um auditor são consequências únicas e exclusivamente de sua competência pessoal. Portanto, não interessa ao auditor e nem ao público em geral que ocorra relacionamentos profissionais estreitos entre auditores públicos dos diferentes entes da Federação.

Questão 866248

Tribunal Regional do Trabalho / 3ª Região (TRT 3ª) 2015

Cargo: Analista Judiciário - Área Administrativa - Especialidade: Contabilidade / Questão 28

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Sobre os princípios éticos que o profissional de contabilidade deve seguir, considere:

I. Integridade: ser franco e honesto em todos os relacionamentos profissionais e comerciais.

II. Objetividade: não permitir que comportamento tendencioso, conflito de interesse ou influência indevida de outros afetem o julgamento profissional ou de negócio.

III. Comportamento profissional: cumprir as leis e os regulamentos pertinentes e evitar qualquer ação que desacredite a profissão.

IV. Sigilo profissional: respeitar o sigilo das informações obtidas em decorrência de relacionamentos profissionais e, portanto, não divulgar nenhuma dessas informações a terceiros, mesmo que haja algum direito ou dever legal ou profissional de divulgação.

Está correto o que se afirma em

  • A. I, II e III, apenas.
  • B. II, III e IV, apenas.
  • C. I, II e IV, apenas.
  • D. I, III e IV, apenas.
  • E. I, II, III e IV.

Questão 892232

Universidade Estadual do Ceará - CE (UEC/CE) 2017

Cargo: Técnico em Contabilidade / Questão 31

Banca: FUNECE

Nível: Médio

Na aplicação de sanções previstas no Código de Ética Profissional, pode ser considerada circunstância agravante
  • A. a punição ética anterior transitada em julgado.
  • B. a ação desenvolvida em defesa de prerrogativa profissional.
  • C. a prestação de relevantes serviços à Contabilidade.
  • D. o profissional ter sido condenado criminalmente.

Questão 723255

Ministério da Educação (MEC) 2014

Cargo: Analista Contábil / Questão 122

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Julgue os itens a seguir, relativos às normas de conduta do auditor e à auditoria no setor público federal do Brasil. Conforme o Código de Ética Profissional dos Contabilistas, é vedado ao auditor comunicar fraude e(ou) erros a terceiros, como forma de preservar a confiabilidade entre auditor e auditado.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 579798

Tribunal Regional do Trabalho / 10ª Região (TRT 10ª) 2012

Cargo: Analista Judiciário - Área Contabilidade / Questão 53

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Acerca da teoria contábil e da ética profissional do contador, julgue os itens a seguir.

O contador deve prestar seu concurso moral, intelectual e material à classe contábil, salvo em circunstâncias especiais que justifiquem a sua recusa.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 453125

Tribunal Regional Federal / 1ª Região (TRF 1ª) 2011

Cargo: Analista Judiciário - Área Contadoria / Questão 35

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

É prática ética do auditor

  • A.

    guardar sigilo das informações que obteve para realização da auditoria das demonstrações contábeis, dando divulgações dessas informações somente nas situações em que a lei ou as normas de auditoria permitam.

  • B.

    auditar empresa na qual sua prima de segundo grau é diretora financeira e administrativa, desde que declare no relatório de auditoria a existência dessa parte relacionada.

  • C.

    realizar auditoria de demonstrações contábeis de companhia aberta, desde que tenha no mínimo o registro no CRC, como contador.

  • D.

    conduzir os trabalhos de auditoria de forma a não repetir os procedimentos aplicados no ano anterior, para contas nas quais não foram encontradas irregularidades, reduzindo assim o número de contas a serem auditadas.

  • E.

    aviltar honorários com a justificativa de manutenção do cliente, do quadro de funcionários da firma e da sua estrutura administrativa.

Questão 451157

Tribunal Regional do Trabalho / 23ª Região (TRT 23ª) 2011

Cargo: Analista Judiciário - Área Contabilidade / Questão 42

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Está de acordo com o código de ética dos contadores o seguinte procedimento de um profissional de auditoria:

  • A.

    renunciar às funções que exerce, logo que se positive falta de confiança por parte do cliente ou empregador, a quem deverá notificar com trinta dias de antecedência, tornando públicos os motivos da renúncia.

  • B.

    guardar sigilo sobre o que souber em razão do exercício profissional lícito, inclusive no âmbito do serviço público, ressalvados os casos previstos em lei ou quando solicitado por autoridades competentes, entre estas os Conselhos Regionais de Contabilidade.

  • C.

    anunciar, em qualquer modalidade ou veículo de comunicação, conteúdo que resulte na diminuição do colega, da Organização Contábil ou da classe, em detrimento aos demais, sendo sempre admitida a indicação de títulos, especializações, serviços oferecidos, trabalhos realizados e relação de clientes.

  • D.

    valer-se de agenciador de serviços, mediante participação desse nos honorários a receber.

  • E.

    renunciar à liberdade profissional quando houver quaisquer restrições ou imposições que possam prejudicar a eficácia e a correção de seu trabalho.