Questões de Concurso de Código de Ética do Psicólogo - Legislação Federal

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão 913754

Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul - RS (DPE/RS) 2017

Cargo: Analista - Área Saúde - Especialidade Psicologia / Questão 51

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Mariana, psicóloga com alguns anos de formação clínica, possui dois sobrinhos, filhos de sua única irmã Miriam. Certo dia, em uma conversa familiar, Miriam informou a toda a família que as crianças estão sofrendo muito com a separação conjugal dela e do marido.

Miriam foi casada com Ricardo e, após doze anos de relacionamento, o casal decidiu se separar. Comunicaram essa decisão aos filhos de 5 e 7 anos e resolveram que seriam pais amigos e presentes, o que motivou a opção pela guarda compartilhada. No entanto, após 1 ano da separação, Ricardo entrou com uma ação judicial de reversão da guarda para unilateral, sob a alegação que Míriam não estava dando permissão total para seu acesso aos filhos.

O juiz determinou perícia psicológica e o ex-casal Míriam e Ricardo, de comum acordo, sugeriu que o trabalho fosse realizado pela psicóloga Mariana, pois ela conhecia melhor do que ninguém as crianças, a história do casal e poderia também oferecer melhores custos para a família que, naquele momento, atravessava dificuldades financeiras.

Levando-se em consideração o Código de Ética Profissional do Psicólogo divulgado pelo Conselho Federal de Psicologia é correto afirmar que

  • A. a ponderação do custo-benefício deve ser imperiosa para o juiz na aceitação do nome da perita indicada pelas partes.
  • B. Mariana não poderá assumir o encargo de ser perita ou avaliadora da situação, pois possui vínculos pessoais com a família solicitante.
  • C. a vinculação pré-existente entre Mariana e a família, que ora lhe solicita a avaliação, trará maior clareza, profundidade e agilidade na análise que será apresentada ao juiz e, portanto, a tarefa pericial deve ser imediatamente iniciada por ela.
  • D. a psicóloga Mariana não possui a especialidade solicitada na perícia, qual seja, avaliação de família em sofrimento e, portanto, necessitará solicitar um prazo maior ao juiz para a realização do trabalho.
  • E. Mariana poderá apenas formular quesitos, entregá-los aos advogados das partes e, posteriormente, quando tiver conhecimento do laudo protocolado, respondê-los com o cuidado de indicar seu número de registro profissional.

Questão 884927

Tribunal de Justiça   - SP (TJSP/SP) 2017

Cargo: Psicólogo Judiciário / Questão 59

Banca: Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP)

Nível: Superior

Ao atender uma adolescente, um psicólogo vem a saber que a paciente vem sofrendo sucessivos maus-tratos. Alertando-a de que comunicará o fato à autoridade competente, a paciente lhe diz que só relatou os fatos porque ele lhe havia assegurado sigilo. Nessas circunstâncias, de acordo com o Código de Ética, o psicólogo deverá
  • A. passar a informação para outro colega fazer a denúncia.
  • B. fazer a denúncia de maus-tratos ao Conselho Tutelar.
  • C. convencer a adolescente a fazer ela mesma a denúncia.
  • D. resolver o dilema ético sob a perspectiva do menor prejuízo.
  • E. honrar a palavra empenhada e manter o sigilo sobre os fatos.

Questão 917914

Ministério Público Estadual - ES (MPE/ES) 2013

Cargo: Agente Técnico - Área Psicólogo / Questão 80

Banca: Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP)

Nível: Superior

De acordo com o Código de Ética do Psicólogo, os arquivos relacionados aos atendimentos prestados por um psicólogo demitido de um serviço de Psicologia deverão ser
  • A. encaminhados ao Conselho Regional de Psicologia.
  • B. destruídos pelo psicólogo demitido.
  • C. levados pelo psicólogo demitido.
  • D. lacrados e deixados para o psicólogo substituto.
  • E. encaminhados à alta administração da instituição.

Questão 915478

Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) 2017

Cargo: Psicólogo / Questão 24

Banca: Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Nível: Superior

De acordo com o Código de Ética Profissional, ao psicólogo é vedado:
  • A. sugerir serviços de outros psicólogos, sempre que, por motivos justificáveis, não puderem ser continuados pelo profissional que os assumiu inicialmente.
  • B. prestar serviços profissionais em situações de calamidade pública ou de emergência.
  • C. fornecer, a quem de direito, na prestação de serviços psicológicos, informações concernentes ao trabalho a ser realizado e ao seu objetivo profissional.
  • D. informar, a quem de direito, os resultados decorrentes da prestação de serviços psicológicos.
  • E. induzir a convicções políticas, filosóficas, morais, ideológicas, religiosas ou de orientação sexual, quando do exercício de suas funções profissionais.

Questão 918935

Prefeitura de Cáceres - MT 2017

Cargo: Psicólogo / Questão 29

Banca: Coordenadoria de Concurso e Exames Vestibulares (CEV / UFMT)

Nível: Superior

O Código de Ética Profissional do Psicólogo procura assegurar um padrão de conduta que fortaleça o reconhecimento social dessa categoria. Considerando a prestação de serviço público, assinale a alternativa INCORRETA, no que diz respeito ao que é vedado ao psicólogo, conforme esboça o 2º artigo do referido código.
  • A. Desviar para serviço particular ou de outra instituição, visando benefício próprio, pessoas ou organizações atendidas por instituição com a qual mantenha qualquer tipo de vínculo profissional.
  • B. Levar ao conhecimento das instâncias competentes o exercício ilegal ou irregular da profissão, transgressões a princípios e diretrizes deste Código ou da legislação profissional.
  • C. Prestar serviços profissionais a organizações concorrentes de modo que possam resultar em prejuízo para as partes envolvidas, decorrentes de informações privilegiadas.
  • D. Realizar diagnósticos, divulgar procedimentos ou apresentar resultados de serviços psicológicos em meios de comunicação, de forma a expor pessoas, grupos ou organizações.

Questão 915491

Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) 2017

Cargo: Psicólogo / Questão 37

Banca: Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Nível: Superior

A formulação do atual Código de Ética Profissional do Psicólogo, terceiro da profissão de psicólogo no Brasil, é reflexo da necessidade, sentida pela categoria e suas entidades representativas, de atender à evolução do contexto institucional-legal do país, marcadamente a partir da promulgação da denominada Constituição Cidadã, em 1988, e das legislações dela decorrentes.

 Consoante esse assunto e o que se entende por objetivos do Código de Ética Profissional do Psicólogo, considere as assertivas:

I) Normatizar a natureza técnica do trabalho do psicólogo.

II) Valorizar os princípios fundamentais como grandes eixos que devem orientar a relação do psicólogo com a sociedade, a profissão, as entidades profissionais e a ciência.

III) Abrir espaço para a discussão, pelo psicólogo, dos limites e interseções relativos aos direitos individuais e coletivos.

IV) Contemplar a diversidade que configura o exercício da profissão e a crescente inserção do psicólogo em contextos institucionais e em equipes multiprofissionais.

V) Estimular reflexões que considerem as práticas particulares, que surgem em contextos específicos de atuação.

Assinale a alternativa que contém apenas afirmativas corretas.

  • A. I, II e III.
  • B. II, III e IV.
  • C. I, II e V.
  • D. III, IV e V.
  • E. I, II, III, IV e V.

Questão 915492

Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) 2017

Cargo: Psicólogo / Questão 38

Banca: Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Nível: Superior

Ao aprovar e divulgar o Código de Ética Profissional do Psicólogo, o Conselho Federal de Psicologia tem a expectativa de que ele seja um instrumento capaz de delinear para a sociedade as responsabilidades e deveres do psicólogo, oferecer diretrizes para a sua formação e balizar os julgamentos das suas ações, contribuindo para o fortalecimento e ampliação do significado social da profissão. Sobre o documento, considere as seguintes sentenças:

I) O psicólogo atuará com responsabilidade social, analisando crítica e historicamente a realidade política, econômica, social e cultural.

II) O psicólogo considerará as relações de poder nos contextos em que atua e os impactos dessas relações sobre as suas atividades profissionais.

III) O psicólogo deverá informar, a quem de direito, os resultados decorrentes da prestação de serviços psicológicos, transmitindo, detalhadamente, todos os dados coletados junto ao usuário ou beneficiário.

IV) Ao psicólogo é vedado induzir a convicções políticas, filosóficas, morais, ideológicas, religiosas, de orientação sexual ou a qualquer tipo de preconceito, quando do exercício de suas funções profissionais.

V) O psicólogo poderá, quando necessário, assumir responsabilidades profissionais por atividades para as quais não esteja capacitado pessoal, teórica e tecnicamente.

Assinale a alternativa que apresenta somente afirmativas que contemplam corretamente as diretrizes contidas neste Código de Ética.

  • A. I, II, III e IV.
  • B. II, III e IV.
  • C. I, II e IV.
  • D. I, III e IV.
  • E. I, IV e V.

Questão 876258

Tribunal Regional do Trabalho / 8ª Região (TRT 8ª) 2016

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Especialidade: Psicologia / Questão 33

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Assinale a opção que apresenta corretamente um dos princípios fundamentais do Código de Ética do Psicólogo.
  • A. O psicólogo estabelecerá acordos de prestação de serviços que respeitem os direitos do usuário ou beneficiário de serviços de psicologia.
  • B. O psicólogo zelará para que o exercício profissional seja efetuado com dignidade, rejeitando situações em que a psicologia esteja sendo aviltada.
  • C. O psicólogo conhecerá, divulgará, cumprirá e fará cumprir o Código de Ética Profissional do Psicólogo.
  • D. O psicólogo somente assumirá responsabilidades profissionais relativas às atividades para as quais esteja capacitado pessoal, teórica e tecnicamente.
  • E. O psicólogo prestará serviços profissionais em situações de calamidade pública ou de emergência, sem visar benefício pessoal.

Questão 846747

Tribunal Regional do Trabalho / 11ª Região (TRT 11ª) 2017

Cargo: Analista Judiciário - Área Psicologia / Questão 69

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Cláudio (38 anos) e Lia (36 anos) estavam casados há 10 anos, quando Cláudio suspeitou que Lia tivesse um caso extra-conjugal com um colega de trabalho. Encontrava-se muito ansioso e passou a ter insônia, o que lhe trouxe muitos outros sintomas e decidiu por iniciar uma psicoterapia. Preocupada com o marido, Lia telefonou ao psicólogo de Cláudio e solicitou um relatório psicológico sobre o estado mental atual do esposo. Segundo o Código de Ética Profissional do Psicólogo, o psicólogo de Cláudio
  • A. pode emitir um atestado psicológico, certificando uma determinada situação ou estado psicológico de Cláudio, para justificar faltas e/ou impedimentos apresentados por ele.
  • B. pode fornecer o relatório psicológico, uma vez que a esposa de Cláudio é a pessoa próxima a cuidá-lo e desrespeitar o sigilo, nesse caso, tem o sentido de protegê-lo, o que permite a emissão de documentos específicos.
  • C. pode emitir um laudo com dados sobre os sintomas registrados, situações ou estados psicológicos.
  • D. pode emitir uma declaração com o registro de sintomas, situações ou estados psicológicos.
  • E. não pode fornecer o relatório psicológico, uma vez que é dever do psicólogo respeitar o sigilo profissional a fim de proteger, por meio da confidencialidade, a intimidade das pessoas.

Questão 830246

Secretaria de Estado de Educação - DF (SEE/DF) 2017

Cargo: Analista de Gestão Educacional - Área Psicologia / Questão 116

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Considerando o código de ética profissional do psicólogo e as perspectivas contemporâneas da atuação do psicólogo escolar, julgue os itens a seguir. Em situação multiprofissional, não cabe ao psicólogo, em respeito ao código de ética, intervir na prestação de serviços psicológicos que estejam sendo efetuados por outros profissionais.
  • C. Certo
  • E. Errado