Questões de Concurso de Código de Ética do tradutor e intérprete de libras. - Legislação Federal

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão 884802

Assembléia Legislativa - MS 2016

Cargo: Interprete Tradutor de Libras / Questão 74

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Médio

Na Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso do Sul, em uma sessão ordinária, suponha que um deputado faça uma explicação pessoal e, durante a sua fala, utilize o termo surdo-mudo. Baseado no código de ética, o intérprete deverá
  • A. pedir licença e interromper o deputado para corrigi-lo, dizendo que o termo está errado.
  • B. ignorar a fala dele e sinalizar apenas surdo.
  • C. dizer aos surdos presentes que é um absurdo um deputado utilizar esse termo.
  • D. interromper a sessão e dizer ao público presente que não é correto usar o termo surdo-mudo e fazer uma breve explanação sobre o assunto.
  • E. interpretar conforme o deputado falou e após o término da sessão, conversar em particular com o deputado sobre o uso do termo na visão da comunidade surda.

Questão 842732

Prefeitura de São Luís - MA 2017

Cargo: Professor de Nível Superior/PNS-A - Especialidade: Intérprete de Língua Brasileira de Sinais / Questão 69

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Conforme o Código de Ética do Tradutor e Intérprete de LIBRAS, o intérprete
  • A. deve encorajar pessoas surdas a buscarem decisões legais ou outras decisões em seu favor, sempre que necessário.
  • B. deve interpretar fielmente e com o melhor da sua habilidade, fazendo interferências somente quando houver necessidade.
  • C. pode, durante a atuação, vestir-se da maneira que mais lhe convier, pois sua função principal é a mediação linguística.
  • D. pode criar sinais quando necessário para o entendimento, desde que respeite as regras das línguas envolvidas durante sua atuação.
  • E. deve reconhecer seu próprio nível de competência e ser prudente em aceitar tarefas, procurando assistência de outros intérpretes e(ou) profissionais quando julgar necessário.

Questão 895439

Instituto Federal do Ceará - CE (IFCE/CE) 2017

Cargo: Tradutor e Intérprete de Libras / Questão 55

Banca: Instituto Federal do Ceará (IFCE / CEFET CE)

Nível: Médio

Sobre responsabilidades e papéis do intérprete de Libras, Com base em seu código de ética, é correto afirmar-se que
  • A. a imparcialidade do intérprete, no transcurso da interpretação, pode ser balizada pelo próprio grupo para o qual o profissional está interpretando. Isso significa dizer que o intérprete só pode emitir suas opiniões, caso o grupo manifeste o interesse em conhecê-las.
  • B. uma vez que isso colocaria em risco sua ética e sua responsabilidade profissionais, o intérprete, no transcurso da interpretação, em hipótese alguma deve emitir suas opiniões, ainda que ele seja requerido pelo grupo a fazê-lo.
  • C. o intérprete, em suas tomadas de decisões parciais no transcurso da interpretação, precisa assumir e evidenciar suas apreciações a respeito do assunto tratado, uma vez que um de seus deveres profissionais, como membro da comunidade surda, é orientar os surdos, sempre que possível.
  • D. como o intérprete atua de modo criativo, no transcurso da interpretação, é impossível não expor suas opiniões. Nesse sentido, o que precisa ficar claro, de acordo com a responsabilidade e com o papel do intérprete, é que suas opiniões só devem ser apresentadas, caso o direito do surdo esteja sendo violado.
  • E. o intérprete não fere o código de ética, ao emitir suas opiniões ou ser parcial em suas interpretações, contudo o grupo para o qual a interpretação e as opiniões do profissional estão sendo direcionadas é quem deve compreender que as opiniões e a parcialidade do intérprete de nada valem dentro do contexto de interpretação.

Questão 800465

Fundação Universidade de Brasília (FUB) 2015 (2ª edição)

Cargo: Tradutor e Intérprete de Linguagem de Sinais / Questão 90

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Médio

Em relação ao código de ética do tradutor e intérprete da LIBRAS, julgue os itens que se seguem. Nos casos que envolvam aspectos jurídicos, o intérprete, ao perceber que o nível de comunicação do surdo envolvido compromete a interpretação literal, deve informar às autoridades que será parafraseado, de modo claro e fiel, o que está sendo dito à pessoa surda e o que esta diz às autoridades.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 800466

Fundação Universidade de Brasília (FUB) 2015 (2ª edição)

Cargo: Tradutor e Intérprete de Linguagem de Sinais / Questão 91

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Médio

Em relação ao código de ética do tradutor e intérprete da LIBRAS, julgue os itens que se seguem. Ao atuar, o intérprete deve avaliar se possui nível de competência para atender à palestra a ser interpretada. Caso seja necessário, deve procurar a assistência de outros intérpretes ou reconhecer se deve ou não acertar a tarefa.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 800467

Fundação Universidade de Brasília (FUB) 2015 (2ª edição)

Cargo: Tradutor e Intérprete de Linguagem de Sinais / Questão 92

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Médio

Em relação ao código de ética do tradutor e intérprete da LIBRAS, julgue os itens que se seguem. Nos momentos de interpretação, o intérprete deve ter como postura a fidelidade, a proficiência e transmitir apenas o que o palestrante informa, a não ser no caso em que sua própria opinião seja muito importante para que o surdo faça juízo de valor acerca do que o palestrante fala.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 844010

Universidade Federal do Sul da Bahia - BA (UFSB/BA) 2017

Cargo: Tradutor e Intérprete de Libras / Questão 74

Banca:

Nível: Médio

No Código de Ética do Intérprete, há orientações profissionais quanto a sua atuação. O Intérprete está para intermediar um processo interativo que envolve determinadas intenções conversacionais e discursivas. O Código de Ética, parte integrante do Regimento Interno do Departamento Nacional de Intérpretes (FENEIS), NÃO orienta:
  • A. O Intérprete deve fazer uso do melhor da sua habilidade, sempre transmitindo o pensamento, a intenção e o espírito do palestrante; deve lembrar dos limites de sua função e não ir além de sua responsabilidade.
  • B. O Intérprete deve, durante o transcurso da interpretação, evitar interferências e opiniões próprias, a menos que seja requerido pelo grupo a fazê-lo.
  • C. O Intérprete deve adotar uma conduta adequada de se vestir, sem adereços, mantendo a dignidade da profissão e não chamando atenção indevida sobre si mesmo, durante o exercício da função.
  • D. O Intérprete deve reconhecer sua própria competência de conhecimento de vocabulário e ser impetuoso em aceitar quaisquer tarefas, procurando superar seus limites e desconhecimento durante a palestra.

Questão 844019

Universidade Federal do Sul da Bahia - BA (UFSB/BA) 2017

Cargo: Tradutor e Intérprete de Libras / Questão 83

Banca:

Nível: Médio

O Tradutor e Intérprete de Libras tem deveres inerentes a sua atuação. De acordo com o Código de Ética, assinale a afirmativa correta.
  • A. O Intérprete deve ser uma pessoa de alto caráter moral, honesto, consciente, confidente e de equilíbrio emocional.
  • B. O Tradutor e Intérprete de Libras poderá emitir opinião sobre o tema discutido durante sua atuação, mesmo quando não for solicitado pelo grupo.
  • C. O Intérprete deve zelar pelas informações, sendo o mais coerente possível ao que está sendo transmitido, deve evitar o auxílio de outros profissionais da área ou de intérpretes, especialmente em palestras técnicas.
  • D. O Intérprete deve chamar a atenção sobre si mesmo, quando o surdo não prestar atenção à tradução.

Questão 869049

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá - AP (IFAP/AP) 2016

Cargo: Tradutor e Intérprete de Linguagem de Sinais / Questão 59

Banca: Fundação Universa (FUNIVERSA)

Nível: Médio

Em relação ao Código de Ética do tradutor intérprete da Libras, assinale a alternativa correta.
  • A. É considerado um bom tradutor intérprete aquele que não solicita assistência de outros intérpretes.
  • B. O tradutor intérprete da Libras deve reconhecer seu próprio nível de competência linguística e ser prudente ao aceitar tarefas.
  • C. Ante a carência de profissionais qualificados em todo o território nacional, o tradutor intérprete da Libras deverá atuar sem remuneração sempre que for solicitado.
  • D. É considerado um tradutor intérprete competente aquele que estabelece limites entre si e os demais profissionais da área.
  • E. É dever do tradutor intérprete encorajar pessoas surdas a buscar decisões legais que favoreçam a sua profissão ou a si próprio.

Questão 682306

Fundação Universidade de Brasília (FUB) 2013

Cargo: Tradutor / Questão 119

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Médio

Com base no Código de Ética que trata da atuação do profissional tradutor e intérprete da LIBRAS, julgue os itens que se seguem.

É atribuição do tradutor e intérprete promover a comunicação dos surdocegos entre si e com os não surdos, por meio da tradução da língua oral para a LIBRAS e da interpretação da LIBRAS para a língua oral.

  • C. Certo
  • E. Errado