Questões de Concurso de Figura e Vícios de Linguagem - Língua Portuguesa

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão 902709

Instituto Rio Branco (IRBr) 2017

Cargo: Terceiro Secretário da Carreira de Diplomata / Questão 1

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Com relação a aspectos gramaticais do texto III, julgue (C ou E) os próximos itens.

A substituição do vocábulo “encharcado” (l.37) por repleto preservaria o estilo original do período, embora acarretasse prejuízo ao teor metafórico da construção.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 872999

Tribunal de Justiça - MG (TJMG/MG) 2017

Cargo: Outorga de Delegações de Notas e de Registro - Área Provimento / Questão 3

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Superior

Acerca das figuras de linguagem, recurso estilístico usado para propiciar maior expressividade ao texto literário, assinale a alternativa correta:
  • A. Antítese: consiste na aproximação de termos iguais, sendo enfatizada essa relação de sinonímia.
  • B. Hipérbole: trata-se de minimizar uma ideia com a finalidade suavizar o discurso.
  • C. Ironia: é a figura que apresenta um termo em sentido oposto ao usual, obtendo-se, com isso, efeito crítico ou humorístico.
  • D. Prosopopeia ou personificação: consiste em atribuir a seres animados predicativos que são próprios de seres inanimados.

Questão 747233

Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Executivo (FUNPRESP) 2014

Cargo: Analista Técnico - Área Auditoria / Questão 9

Banca: Instituto Americano de desenvolvimento (IADES)

Nível: Superior

Na passagem “‘Ligo o computador, coloco os fones e acesso o tradutor’” (linhas 17 e 18), o pronome Eu, que é facilmente identificado pelas formas “Ligo”, “coloco” e “acesso”, foi intencionalmente omitido. Tal recurso exemplifica o uso da figura de linguagem denominada
  • A. prosopopeia.
  • B. hipérbole.
  • C. eufemismo.
  • D. polissíndeto.
  • E. elipse.

Questão 891469

Instituto Federal do Ceará - CE (IFCE/CE) 2017

Cargo: Técnico de Laboratório - Área Navegação / Questão 3

Banca: Instituto Federal do Ceará (IFCE / CEFET CE)

Nível: Superior

A figura de linguagem em destaque no trecho “(...) a gema era um veneno para o colesterol” (linha 8) é a
  • A. prosopopeia.
  • B. metáfora.
  • C. antítese.
  • D. catacrese.
  • E. sinestesia.

Questão 897594

Universidade Federal do Pará - PA (UFPA/PA) 2017

Cargo: Psicólogo - Área Organizacional / Questão 3

Banca:

Nível: Superior

O trecho “Por outro lado, nunca ouvi falar de político que tivesse estresse ou depressão. Andam sempre fortes em passarelas pelas ruas da cidade, distribuindo sorrisos e certezas.” (linhas 20 a 22) é um exemplo de
  • A. pleonasmo.
  • B. sinestesia.
  • C. ironia.
  • D. hipérbole.
  • E. metonímia.

Questão 897595

Universidade Federal do Pará - PA (UFPA/PA) 2017

Cargo: Psicólogo - Área Organizacional / Questão 4

Banca:

Nível: Superior

Sobre o trecho “Nós também temos um hardware e um software. O hardware são os nervos do cérebro, os neurônios, tudo aquilo que compõe o sistema nervoso. O software é constituído por uma série de programas que ficam gravados na memória. Do mesmo jeito como nos computadores, o que fica na memória são símbolos, entidades levíssimas, dir-se-ia mesmo ‘espirituais’, sendo que o programa mais importante é a linguagem.” (linhas 29 a 32), é CORRETO afirmar que
  • A. as aspas na palavra “espirituais" poderiam ser substituídas por hífens.
  • B. os termos hardware e software foram empregados para dar um tom rebuscado ao texto.
  • C. a mesóclise poderia ser desfeita, empregando-se a forma “diria-se” em seu lugar, sem desrespeitar à norma padrão da língua portuguesa.
  • D. se trata de uma metáfora, por meio da qual o autor objetiva explicar a constituição do sistema nervoso humano.
  • E. a palavra “mesmo” enfatiza o verbo “dizer” e restringe o significado da sentença como um todo.

Questão 897500

Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional - PE (CREFITO 1ª Região/PE) 2017

Cargo: Fiscal Fisioterapeuta / Questão 9

Banca:

Nível: Superior

No primeiro quadrinho, há o emprego da seguinte figura de linguagem
  • A. metonímia.
  • B. comparação.
  • C. personificação.
  • D. metáfora.
  • E. antítese.

Questão 871499

Tribunal Regional do Trabalho / 15ª Região (TRT 15ª) 2015 (2ª edição)

Cargo: Técnico Judiciário - Área Enfermagem / Questão 12

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Médio

Considerando-se que elipse é a supressão de um termo que pode ser subentendido pelo contexto linguístico, pode- se identificá-la no verso:
  • A. As coisas só deviam acontecer
  • B. Ou não se devia sofrer
  • C. e a de não sofrer mais
  • D. é a idade de não sentir as coisas, essas coisas?
  • E. Você não está mais na idade

Questão 861706

Secretaria da Educação - ES (SEDU/ES) 2016

Cargo: Professor de Língua Portuguesa / Questão 51

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Segundo FIORIN, em Polifonia Textual e Discursiva (1999), “a intertextualidade é o processo de incorporação de um texto em outro, seja para reproduzir o sentido incorporado, seja para transformá-lo. Há de haver três processos de intertextualidade: a citação, a alusão e a estilização. [...] A estilização é a reprodução dos procedimentos do ‘discurso de outrem’, isto é, do estilo de outrem”, em geral, com “função polêmica”.

Considere o contexto de produção dos enunciados a seguir para identificar aquele em que ocorre o processo de estilização.

  • A. A Polícia Federal deflagrou hoje (15) a Operação Catilinárias, em conjunto com o Ministério Público Federal. (In: Marcelo Camargo, Agência Brasil, 15. dez. 2015. A manchete incorpora discurso político de Cícero dirigido a Catilina, conhecido como “Catilinárias”.)
  • B. “De minha parte, creio que fora de Paris não há salvação para um homem de espírito”. (In: Roberto Pompeu de Toledo, Veja, 25. nov. 2015, em homenagem a Paris, retoma em seu artigo, entre aspas, uma frase de Molière).
  • C. Rua Líbero Badaró, 67, terceiro andar, sala 2, centro de São Paulo. O endereço da garçonière do escritor Oswald de Andrade (1890-1954) é considerado por estudiosos um dos berços do modernismo brasileiro”. (Luís Anatônio Giron. A garçonière redescoberta. Folha de S. Paulo, 20 de dezembro de 2015.)
  • D. Dizia o dono da venda: “É 11; pra você eu faço 10”. (In: Corra, freguês, corra, Ivan Ângelo, Veja São Paulo, 25. nov. 2015. O trecho entre aspas reproduz a fala de personagem.)
  • E. Nem cinco sóis eram passados que de vós nos partíramos, quando a mais temerosa desdita pesou sobre Nós. [...] O que vos interessará mais, por sem dúvida, é saberdes que os guerreiros de cá não buscam mavórticas damas para o enlace epitalâmico. (Mário de Andrade, em Macunaíma, retomando Camões).

Questão 861707

Secretaria da Educação - ES (SEDU/ES) 2016

Cargo: Professor de Língua Portuguesa / Questão 52

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

O locutor pode indicar diferentes pontos de vista em uma asserção, atribuindo sua responsabilidade a outro enunciador. Para isso, pode utilizar-se da negação, de marcadores de pressuposição, do emprego de verbos que indiquem mudança ou permanência de estado, de certos operadores argumentativos, do futuro do pretérito com valor de metáfora temporal.

Essa definição de KOCH, BENTES e CAVALCANTE (2008) corresponde ao conceito de

  • A. polifonia.
  • B. intertextualidade temática.
  • C. intertextualidade tipológica.
  • D. intertextualidade explícita.
  • E. intertextualidade implícita.