Questões de Concurso de Literatura - Língua Portuguesa

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão 873100

Tribunal de Justiça - MG (TJMG/MG) 2017

Cargo: Titular de Serviços Notariais e de Registro - Área Remoção / Questão 4

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Superior

Acerca da literatura brasileira e portuguesa, marque a opção que corretamente relaciona autor e obra:
  • A. Os Lusíadas, Fernando Pessoa.
  • B. Grande Sertão Veredas, Mário de Andrade.
  • C. Vidas Secas, Machado de Assis.
  • D. Memórias Póstumas de Brás Cubas, Machado de Assis.

Questão 901273

Secretaria da Administração Penitenciária - SP (SAP/SP) 2017

Cargo: Agente de Segurança Penintenciária - Área Classe I / Questão 21

Banca: MSConcursos

Nível: Médio

Sobre Simbolismo, leia os itens e assinale a alternativa correta.

I - Os simbolistas propuseram que a poesia não é somente emoção, amor, mas a tomada de consciência desta emoção; que a atitude poética não é unicamente afetiva, mas ao mesmo tempo afetiva e cognitiva.

II - Na busca do “eu profundo”, os simbolistas iniciam uma viagem interior de imprevisíveis resultados, ultrapassando os níveis de razoabilidade em que, afinal de contas, se colocavam os românticos, mesmo os mais extremados e radicais.

III - Negação do positivismo, do cientificismo, do materialismo e das estéticas neles fundamentadas, o Realismo, o Naturalismo e o Parnasianismo.

IV - Os clichês mais utilizados pelo Simbolismo são: fugere urbem (fugir da cidade, repulsa à intranquilidade da vida urbana); locus amoenus (lugar ameno, busca da serenidade do mundo campestre); inutila truncat (cortar o inútil).

  • A. Todos os itens estão corretos.
  • B. Apenas II, III e IV estão corretos.
  • C. Apenas I, II e III estão corretos.
  • D. Apenas I, II e IV estão corretos.

Questão 901274

Secretaria da Administração Penitenciária - SP (SAP/SP) 2017

Cargo: Agente de Segurança Penintenciária - Área Classe I / Questão 22

Banca: MSConcursos

Nível: Médio

Assinale a alternativa onde há apenas representantes do Romantismo Brasileiro.
  • A. Tomás Antônio Gonzaga, Castro Alves, Álvares de Azevedo.
  • B. Gonçalves Dias, José de Alencar, Castro Alves.
  • C. Casimiro de Abreu, Bernardo Guimarães, Aluísio Azevedo.
  • D. Castro Alves, Gonçalves Dias, Mário de Andrade.

Questão 901275

Secretaria da Administração Penitenciária - SP (SAP/SP) 2017

Cargo: Agente de Segurança Penintenciária - Área Classe I / Questão 23

Banca: MSConcursos

Nível: Médio

O Realismo, no Brasil, iniciou-se em 1881 com a obra:
  • A. Dom Casmurro
  • B. Memórias Póstumas de Brás Cubas.
  • C. O Mulato
  • D. O Ateneu

Questão 901276

Secretaria da Administração Penitenciária - SP (SAP/SP) 2017

Cargo: Agente de Segurança Penintenciária - Área Classe I / Questão 24

Banca: MSConcursos

Nível: Médio

As obras “São Bernardo”, “Angústia” e “Vidas Secas” pertencem a:
  • A. Jorge Amado
  • B. Érico Veríssimo
  • C. Graciliano Ramos
  • D. José Lins do Rego

Questão 901277

Secretaria da Administração Penitenciária - SP (SAP/SP) 2017

Cargo: Agente de Segurança Penintenciária - Área Classe I / Questão 25

Banca: MSConcursos

Nível: Médio

Leia os itens e, quanto aos autores - obras, assinale a alternativa correta.

I - Marília de Dirceu (Tomás Antônio Gonzaga)

II - A Moreninha (Joaquim Manuel de Macedo)

III - O Ateneu (Raul Pompeia)

IV - Broquéis (Cruz e Sousa)

V - Sagarana (João Cabral de Melo Neto)

  • A. Apenas I, II, IV e V estão corretos.
  • B. Apenas I, II, III e IV estão corretos.
  • C. Apenas II, III, IV e V estão corretos.
  • D. Todos os itens estão corretos.

Questão 861688

Secretaria da Educação - ES (SEDU/ES) 2016

Cargo: Professor de Língua Portuguesa / Questão 33

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

O relato refere-se ao início do movimento

  • A. parnasiano.
  • B. simbolista.
  • C. pré-modernista.
  • D. realista.
  • E. neoparnasiano.

Questão 861690

Secretaria da Educação - ES (SEDU/ES) 2016

Cargo: Professor de Língua Portuguesa / Questão 35

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Das afirmações abaixo, indique a que tem por tópico principal a apresentação da fase inicial do Modernismo relacionada ao seu período histórico.

  • A. O Modernismo se vincula estreitamente a certas transformações da sociedade. 1922 é um ano simbólico do Brasil moderno, coincidindo com o Centenário da Independência. Em 1922 irrompe a transformação literária; ocorre o primeiro dos levantes político-militares que acabariam por triunfar com a Revolução de Outubro de 1930.
  • B. Os modernistas de 1922 nunca se consideraram como componentes de uma escola, nem afirmaram ter postulados rigorosos em comum. O que os unificava era um grande desejo de expressão livre e a tendência para transmitir, sem os embelezamentos tradicionais do academismo, a emoção pessoal.
  • C. Ao voltarem as liberdades democráticas abafadas pelo regime ditatorial de 1937, inclusive as da imprensa, o País verificou, meio atônito, que tinha ingressado em uma fase nova, de industrialização e progresso econômico-social acelerado, apesar dos graves e perigosos problemas do subdesenvolvimento.
  • D. No Brasil, o Modernismo significou principalmente libertação dos modelos acadêmicos, que se haviam consolidado entre 1890 e 1920. Em relação a eles, os modernistas afirmaram a sua libertação em vários rumos e setores: vocabulário, sintaxe, escolha dos temas, a própria maneira de ver o mundo.
  • E. Em 1930, sofríamos, como todo o mundo civilizado, os efeitos da grande crise econômica mundial, aberta em 1929, que motivou um decênio de depressão; ocorre uma intensa radicalização política, tanto para a esquerda quando para a direita.

Questão 861692

Secretaria da Educação - ES (SEDU/ES) 2016

Cargo: Professor de Língua Portuguesa / Questão 37

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

O contraditório de classificação de Canaã, de Graça Aranha, é reiterado em:

  • A. Grande parte das análises feitas da obra prefere caracterizá-la pela relevância temática, pelo debruçar sobre os problemas sociais e morais do país, o qual é apresentado sob uma perspectiva de antecipação ao movimento Modernista na medida em que se observa o interesse pela realidade.
  • B. Aproveitando criaturas e fatos reais, pondo em cena colonos e caboclos, não fez, contudo um livro realista e ainda menos regionalista. Não interessava ao autor o pitoresco nem se sentia inclinado a submeter-se passivamente a observação, um e outro entram na obra, mas no seu lugar como elementos de construção e nunca como fim.
  • C. Na historiografia Literária brasileira o nome de Graça Aranha costuma abrir com todo o direito o capítulo do movimento de 1922, pela adesão entusiasta, determinante que essa grande personalidade, antes mesmo de grandes escritores, iria dar aos jovens de São Paulo na revolta contra as instituições.
  • D. Canaã reflete sobre situações novas como a imigração alemã no Espírito Santo, desembocando em discussões raciais, sociais e morais, prelúdio inequívoco ao Modernismo.
  • E. Embora estejam presentes na obra ideias pessimistas quanto ao Brasil e tons idílicos da colônia alemã, não há nenhuma tendência a provar a superioridade do colono branco sobre o mestiço.

Questão 861693

Secretaria da Educação - ES (SEDU/ES) 2016

Cargo: Professor de Língua Portuguesa / Questão 38

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Do texto, infere-se sobre o “Barroco mineiro” que a partir da

  • A. segunda metade do século XVII, é marcado um estilo colonial-barroco nas artes plásticas e na música, que só se tornou uma realidade quando a exploração cultural das minas permitiu o florescimento de núcleos como Vila Rica.
  • B. segunda metade do século XVIII, transfigura-se a literatura brasileira, substituindo a simplicidade documentária de muitos cronistas por uma linguagem hipertrofiada, que embelezou e deu valor simbólico à flora e à fauna.
  • C. metade do século XVII, ocorre uma significativa ampliação de âmbito da literatura, com a descoberta das minas de ouro e de diamantes em regiões do Sul, e a necessidade de definir as fronteiras meridionais.
  • D. segunda metade do século XVIII, vê surgir na Capitania das Minas Gerais manifestações importantes na arquitetura, na escultura, na música e na literatura, marcando um momento de densidade cultural.
  • E. segunda metade do século XVII, o movimento das Academias estabeleceu os primeiros laços visíveis entre intelectuais dos diversos pontos da Colônia, ajudando a formar-se o sentimento de uma atividade literária comum.