Medicina Especialidade Cardiologia

Em relação à morte súbita e à RCP, NÃO está correto afirmar:
  • A. O uso de drogas anti-arrítmicas durante a RCP não interfere na sobrevida à alta hospitalar.
  • B. A desfibrilação precoce continua sendo a principal arma no atendimento de pacientes vítimas de morte súbita cardíaca.
  • C. Realizar 2 minutos de RCP antes da desfibrilação em pacientes atendidos com tempo de resposta do serviço de emergência superior a 4 minutos pode melhorar a taxa de sobrevida.
  • D. A fibrilação ventricular é o ritmo encontrado em 20% a 30 % dos pacientes vítimas de PCR fora do hospital, quando o tempo de resposta do serviço de emergência é inferior a 5 minutos.