Medicina Especialidade Cardiologia

Texto III, para responder às questões 26 e 27.

Joana, 35 anos de idade, foi atendida no serviço ambulatorial de um hospital de nível terciário. No atendimento, queixava-se de edema de membros inferiores, dor no hipocôndrio direito, empachamento pós-prandial, dispneia aos médios esforços e fadiga. Nega tabagismo e etilismo. O exame clínico mostrou: pressão arterial de 110 mmHg × 65 mmHg, frequência cardíaca de 95 bpm, ictus cordis não-visível e não-palpável, ritmo cardíaco regular, bulhas hipofonéticas, com presença de knock pericárdico, sem sopros, presença de pulso paradoxal, sinal de Kussmaul presente e de hepatomegalia pulsátil (pulso hepático), pulmões limpos, edema de membros inferiores (com sinal de Godet presente). Seu eletrocardiograma apresentava: ritmo sinusal, onda P mitrale, eixo elétrico do complexo QRS desviado para a direita no plano frontal, baixa voltagem do complexo QRS difusa (no plano frontal e no horizontal), alterações difusas e inespecíficas da repolarização ventricular. A paciente foi internada para investigação e tratamento.

Nesse caso, a principal hipótese diagnóstica é

  • A.

    cor pulmonale agudo.

  • B.

    pericardite constrictiva.

  • C.

    miocardiopatia restritiva.

  • D.

    displasia ventricular direita arritmogênica.

  • E.

    miocardite aguda.