Medicina Especialidade Cardiologia

Segundo a II Diretriz de Caradiogeriatria da Sociedade Brasileira de Cardiologia, é CORRETO afirmar que:

  • A.

    Em idosos as estatinas não são eficazes na redução LDL-c, apesar do maior efeito sobre triglicerídeos e HDL-c. Doses menores de estatina parecem aumentar os triglicerídeos significativamente e, nos pacientes em que os níveis de LDL-c encontram-se muito elevados, os fibratos podem ser a primeira escolha.

  • B.

    As mulheres apresentam manifestações clínicas (angina, infarto do miocárdio) em média 10 - 15 anos mais precocemente que os homens.

  • C.

    O risco de AVC ipsilateral (do mesmo lado) tem uma relação de risco inversa com o grau de estenose carotídea, isto é, quanto maior a lesão menor é o risco de AVC.

  • D.

    Os aneurismas da aorta torácica (AAT) predominam em homens acima dos 60 anos e podem afetar um ou mais segmentos da aorta. Em geral, 10% se localizam na raiz e/ou aorta ascendente, 20% no arco aórtico e 40% na aorta descendente. Podem coexistir, em 60% dos casos, com aneurisma aorta abdominal (AAA).

  • E.

    Recomenda-se adotar como critérios diagnósticos em idosos: IMC: peso normal IMC 18,5-27 kg/m2, sobrepeso IMC > 27-29,9 kg/m2, obesidade IMC ≥ 30 kg/m2; Circunferência abdominal: 102 cm em homens e 88 cm em mulheres e relação cinturaquadril: em homens > 0,99 cm; mulheres ≥ 0,97 cm.