Medicina Especialidade Cardiologia

Ritmo fisiológico do coração, que se origina no átrio direito alto, observado no ECG de superfície pela presença de ondas P positivas nas derivações D1, D2 e aVF. O eixo de P pode variar entre -30° e +90°. A onda P normal possui amplitude máxima de 2,5 mm e duração inferior a 110 ms, podendo ocorrer modificações de sua morfologia a depender da frequência cardíaca.

  • A.

    A indicação do estudo ecocardiográfico com o objetivo de avaliar a função sistólica do ventrículo esquerdo (VE) corresponde a uma das principais aplicações clínicas desse método diagnóstico.

  • B.

    Algumas variáveis de função diastólica, como o tempo de desaceleração da onda E e a relação E/e’, não apresentam boa correlação com a pressão capilar pulmonar e não têm valor prognóstico adicional à FE do VE.

  • C.

    O treinamento físico prolongado e intenso não está associado a alterações morfológicas do coração, como os aumentos da cavidade do VE, da espessura de suas paredes e de sua massa miocárdica.

  • D.

    Não é considerada uma das recomendações do ecocardiograma em pacientes com sopro: realizar em pacientespacientes assintomáticos com sopros mesmo se indicativos de alta probabilidade de doença cardíaca.

  • E.

    Não está recomendada ecocardiografia na estenose mitral com objetivo do diagnóstico e avaliação de lesão valvar associada.