Medicina Especialidade Cardiologia

Conforme a III Diretriz Brasileira de Insuficiência Cardíaca Crônica (2009), é CORRETO afirmar que:

  • A.

    As alterações hemodinâmicas comumente encontradas na IC envolvem resposta inadequada do débito cardíaco e queda das pressões pulmonar e venosa sistêmica.

  • B.

    O bloqueio de ramo direito, isolado ou associado a bloqueio divisional anterosuperior esquerdo, afasta completamente a possibilidade do diagnóstico de cardiopatia chagásica mesmo em pacientes com epidemiologia positiva.

  • C.

    A sobrecarga hidrossalina é raramente referida como causa comum de descompensação da IC.

  • D.

    Piora de função renal pode indicar necessidade de aumento da intensidade de uso de diuréticos e readequação de fármacos que inibem o sistema renina-angiotensina-aldosterona.

  • E.

    A IC crônica tem sido classicamente categorizada com base na intensidade de sintomas em 4 classes propostas pela New York Heart Association: Classe I - ausência de sintomas (dispneia) durante atividades cotidianas. A limitação para esforços é semelhante à esperada em indivíduos normais; Classe II - sintomas desencadeados por atividades cotidianas; Classe III - sintomas desencadeados em atividades menos intensas que as cotidianas ou pequenos esforços; e Classe IV - sintomas em repouso.