Medicina Especialidade Cardiologia

O tratamento de emergências hipertensivas objetiva minimizar ou determinar a regressão das alterações anatômicas e funcionais presentes em órgãos-alvo, diminuindo o risco de morte. Como terapêutica farmacológica nas emergências hipertensivas, recomenda-se o uso de

  • A.

    diuréticos, como a furosemida.

  • B.

    nitroprussiato de sódio.

  • C.

    clorotiazida ou indapamida.

  • D.

    nifedipina.

  • E.

    levosimendan.