Medicina Especialidade Cardiologia

Quanto ao tratamento medicamentoso dos pacientes com doença coronária crônica e angina estável, é correto afirmar que

  • A.

    a aspirina habitualmente é administrada na dose de 400 a 500 mg/dia VO.

  • B.

    o clopidogrel apresenta como complicações preocupantes neutropenia e púrpura trombocitopênica trombótica, além de quadro hematológico grave com elevado índice de mortalidade. Tem sido substituído nos pacientes com angina crônica estável para o tratamento clínico ou na angioplastia coronária com implante de stent pela ticlopidina.

  • C.

    o dipiridamol, betabloqueador, é um inibidor da fosfodiesterase e exerce efeitos vasodilatadores e antitrombóticos.

  • D.

    os nitratos são agentes que efetivamente diminuem a morbidade e a mortalidade, enquanto que os betabloqueadores são agentes que reduzem a sintomatologia e melhoram a capacidade física (medicamentos antiisquêmicos).

  • E.

    o propranolol e os betabloqueadores cardiosseletivos são os mais utilizados nos casos de angina crônica estável, com doses que devem ser ajustadas para se evitar o aparecimento de sintomas indesejáveis.