Medicina Especialidade Cardiologia

A gravidez e o puerpério caracterizam-se por ajustes fisiológicos de todos os sistemas do organismo materno. É fundamental o conhecimento das modificações fisiológicas desse período para compreender a fisiopatologia das cardiopatias do ciclo gravídico-puerperal. A esse respeito, é correto afirmar que

  • A.

    as alterações da volemia na gravidez são atribuídas à estimulação do sistema renina-angiotensinaaldosterona mediada por estrógenos, que resulta na retenção de sódio e água. A somatotropina coriônica produzida pela placenta também pode ser um dos fatores envolvidos.

  • B.

    o aumento desproporcional do volume plasmático durante a gravidez resulta em hemodiluição, manifestada pelo aumento do hematrócito e queda da concentração de hemoglobina.

  • C.

    durante a gravidez humana, o débito cardíaco eleva-se em torno de 40% acima dos valores prégravídicos, com a paciente em repouso. No pós-parto imediato, o débito cardíaco reduz em torno de 40%, em decorrência da elevação da compressão da veia cava inferior.

  • D. na gravidez, existe aumento da resistência vascular periférica pela ação hormonal.
  • E.

    as alterações do débito cardíaco associadas ao trabalho de parto ou à cesariana são influenciadas por analgesia ou anestesia. Utilizando a anestesia caudal, o débito cardíaco aumenta progressivamente com o avançar do trabalho de parto. Esse aumento é discreto com a utilização de anestesia local.