Medicina Especialidade Cardiologia

Texto para as questões 31 e 32

A importância da história clínica e do exame físico para a correta avaliação de crianças com suspeita de doença cardiovascular é essencial. O conhecimento das peculiaridades clínicas dos distintos distúrbios que envolvem a anatomia e a fisiologia cardíacas requer experiência e habilidades diferenciadas para fundamentar a segurança no diagnóstico e na prescrição terapêutica. Assim, a história clínica voltada para o componente cardíaco deve começar pelo detalhamento do período perinatal, incluindo, por exemplo, a presença de cianose, dificuldade respiratória ou prematuridade. Complicações maternas como diabetes gestacional, medicações, lúpus eritematoso sistêmico ou uso de drogas ilícitas podem estar associadas a problemas cardíacos da criança. Alguns elementos diagnósticos, de natureza clínica, podem ser extraídos, com boa margem de segurança, da anamnese e do exame físico feitos com qualidade.

Tendo o texto acima como referência, assinale a opção correta.

  • A.

    A acrocianose do recém-nascido é manifestação típica de insuficiência cardíaca.

  • B.

    Dor torácica é manifestação usual de doença cardíaca em paciente pediátrico.

  • C.

    Lactante com insuficiência cardíaca tende a ingerir volume menor de alimento e tornar-se dispneico quando suga o peito materno ou o bico da mamadeira.

  • D.

    A maioria dos sintomas de insuficiência cardíaca de um lactente não é específica dessa faixa etária.

  • E.

    Bradipneia é sintoma característico de insuficiência cardíaca do lactente.