Medicina Especialidade Cardiologia

A ausculta cardíaca é habilidade apurada com a experiência prática. O diafragma do estetoscópio deve ser aplicado firmemente na parede do tórax para melhor detectar os sons de mais alta tonalidade. O examinador precisa concentrar-se na ausculta dos sons cardíacos do paciente, nas suas variações com os movimentos respiratórios, atentando-se, em seguida, na ausculta de sopros eventualmente presentes. O paciente deve ser colocado em posição supina, deitado de forma tranquila e respirando livremente. Com referência às informações apresentadas no texto acima, assinale a opção correta.

  • A.

    Frêmito sistólico apalpado no bordo esternal inferior direito é bem sugestivo de comunicação interventricular.

  • B.

    A ausência de sopro na ausculta precordial descarta a possibilidade de cardiopatia congênita.

  • C.

    Sopro cardíaco está invariavelmente associado a importantes alterações hemodinâmicas.

  • D.

    Em crianças com frequência cardíaca maior, é mais fácil distinguir o sopro de ejeção sistólica do sopro pansistólico.

  • E.

    Sopro contínuo é de natureza diastólica, presente nas situações de estenose valvular.