Medicina Especialidade Cardiologia

Nos últimos trinta anos, tem-se verificado um crescente e significativo aumento do número de pacientes com cardiopatias congênitas que sobrevivem. Por isso, os clínicos gerais e cardiologistas devem estar preparados para reconhecer e promover o tratamento adequado desses defeitos inatos. Julgue os itens que se seguem, com respeito a essas doenças cardíacas.

Em adultos com mais de 40 anos de idade, portadores de persistência do canal arterial, que não apresentem hipertensão arterial pulmonar grave, não é recomendado o fechamento (cirúrgico ou por cateterismo com dispositivo do tipo coil, por exemplo) desse ducto, devido ao baixo risco de complicações constatadas nos casos não corrigidos.

  • C. Certo
  • E. Errado