Medicina Especialidade Cirurgias Cirurgia de Cabeça e Pescoço

Texto para as questões de 55 a 58

Um paciente tabagista e etilista de longa data chegou a um serviço de cirurgia de cabeça e pescoço com queixa de uma lesão ulcerada, com três meses de evolução, com infiltração aos planos profundos (musculatura da língua), bordas elevadas e fundo necrótico, situada na borda lateral da língua e assoalho, medindo 4,5 cm no maior eixo, sem ultrapassar a linha média, porém atingindo a base da língua, com a mobilidade da língua diminuída. No exame clínico do pescoço, não havia linfonodos patológicos.

Assinale a opção em que é apresentado o cuidado que o cirurgião deve tomar com vistas a reabilitação do paciente descrito, relativo a mastigação, deglutição e fonação.

  • A.

    Deve-se deixar a língua móvel, mantendo a sua funcionalidade.

  • B.

    Deve-se preservar a artéria lingual e o nervo hipoglosso.

  • C.

    Deve-se manter somente a funcionalidade do sulco jugal e do assoalho lateral da cavidade oral.

  • D.

    Deve-se manter a funcionalidade somente do assoalho anterior da cavidade oral.

  • E.

    Deve-se fechar a área cruenta.