Questões de Concurso de Cirurgia Pediátrica - Medicina

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão 631147

Secretaria de Estado da Saúde - ES (SESA/ES) 2013

Cargo: Médico - Área Cirurgia Pediátrica / Questão 31

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Durante a anestesia geral, a hipotermia no recém-nascido pode ser causada por

  • A.

    desregulação da ação insulínica para o transporte de glicose ao interior da célula.

  • B.

    diminuição do metabolismo muscular.

  • C.

    vasoconstrição inicial com perda de calor.

  • D.

    inibição do mecanismo termogênico que provoca inicialmente perda de 0,5 ºC a 1 ºC.

  • E.

    inibição reflexa da gliconeogênese hepática.

Questão 631148

Secretaria de Estado da Saúde - ES (SESA/ES) 2013

Cargo: Médico - Área Cirurgia Pediátrica / Questão 32

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

A hipoprotrombinemia chamada fisiológica do recém-nascido

  • A.

    está conexa com icterícia por imaturidade da glicuroniltransferase.

  • B.

    exige doses de vitamina K diminuídas, se houver uso de antibióticos.

  • C.

    prolonga o tempo de protrombina entre 1 e 2 minutos.

  • D.

    desaparece a partir do quarto dia de vida.

  • E.

    demanda como rotina pré-operatória a aplicação de 10 mg IV de vitamina K duas a três horas antes da operação.

Questão 631149

Secretaria de Estado da Saúde - ES (SESA/ES) 2013

Cargo: Médico - Área Cirurgia Pediátrica / Questão 33

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Com relação a resposta metabólica peculiar da criança maior ao trauma cirúrgico no período pós-operatório imediato, assinale a opção correta.

  • A.

    Deve-se forçar a diurese se houver oligúria.

  • B.

    A reposição de potássio é necessária apenas em caso de vômitos ou de aspiração gástrica.

  • C.

    Na situação apresentada, o potássio plasmático estará aumentado.

  • D.

    A resposta metabólica da criança maior difere daquela do adulto e, às vezes, é diametralmente oposta.

  • E.

    A reavaliação das condições do paciente deve ser feita a cada doze horas.

Questão 631150

Secretaria de Estado da Saúde - ES (SESA/ES) 2013

Cargo: Médico - Área Cirurgia Pediátrica / Questão 34

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

É contraindicação para operações eletivas

  • A.

    presença de qualquer tipo de infecção cutânea contígua ou não à área a ser operada.

  • B.

    cardiopatia congênita compensada.

  • C.

    diabetes com glicemia de 165 mg/dL.

  • D.

    hematócrito de 30% e hemoglobina de 10 g/dL.

  • E.

    eosinófilos até 2 por mm3.

Questão 631151

Secretaria de Estado da Saúde - ES (SESA/ES) 2013

Cargo: Médico - Área Cirurgia Pediátrica / Questão 35

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

A respeito dos apêndices auriculares, assinale a opção correta.

  • A.

    Devem ser removidos precocemente para obter melhor efeito estético e prevenir crescimento cartilaginoso com obstrução do conduto auditivo.

  • B.

    São remanescentes da primeira fenda branquial.

  • C.

    São anomalias dos brotamentos mesenquimais que formam os pavilhões auriculares.

  • D.

    Devem ser removidos cirurgicamente por causa dos riscos de infecções recorrentes.

  • E.

    São originários da segunda fenda branquial pelo seu componente cartilaginoso.

Questão 631152

Secretaria de Estado da Saúde - ES (SESA/ES) 2013

Cargo: Médico - Área Cirurgia Pediátrica / Questão 36

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

O quadro clinicopatológico do cisto de conduto tireoglosso envolve

  • A.

    crescimento em presença de infecções de vias aéreas.

  • B.

    ocorrência de malignização, geralmente sarcomas papilares.

  • C.

    esvaziamento normal de seu conteúdo na cavidade oral.

  • D.

    desconexão com os movimentos de deglutição.

  • E.

    comumente sua lateralização na região submentoniana.

Questão 631153

Secretaria de Estado da Saúde - ES (SESA/ES) 2013

Cargo: Médico - Área Cirurgia Pediátrica / Questão 37

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Em casos de fístula de quarto arco branquial, pode-se encontrar

  • A.

    trajeto desde a porção clavicular do esternoclidomastoideo à parte cefálica do seio piriforme.

  • B.

    tecido tímico e paratireodiano no trajeto.

  • C.

    tireoidite recorrente.

  • D.

    episódios repetidos de infecção cervical alta.

  • E.

    evidência do orifício interno no esôfago, ao deglutograma com bário.

Questão 631154

Secretaria de Estado da Saúde - ES (SESA/ES) 2013

Cargo: Médico - Área Cirurgia Pediátrica / Questão 38

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Lobectomia com istmectomia tireoidea são mais indicadas em casos de

  • A.

    adenoma folicular não funcionante em um dos lobos.

  • B.

    tumores diferenciados intracapsulares em um dos lobos, menores que dois centímetros.

  • C.

    tumores diferenciados em um dos lobos após tratamento com iodo radioativo.

  • D.

    carcinoma medular familiar em um dos lobos, não associado à neoplasia endócrina múltipla.

  • E.

    tumores indiferenciados em crianças com menos de dois anos com positividade de Ret proto-oncogene.

Questão 631155

Secretaria de Estado da Saúde - ES (SESA/ES) 2013

Cargo: Médico - Área Cirurgia Pediátrica / Questão 39

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

A respeito da tireoide ectópica em crianças, assinale a opção correta.

  • A.

    Pode também ser encontrada em locais como coração, trato biliar, fígado e outros órgãos.

  • B.

    É frequente sua localização cervical lateral.

  • C.

    Pode ser causa geralmente de hipertireoidismo.

  • D.

    A remoção pode ser feita como profilaxia de malignização.

  • E.

    Não pode ser excisada, pois ela vai assegurar o eutireoidismo do paciente.

Questão 631156

Secretaria de Estado da Saúde - ES (SESA/ES) 2013

Cargo: Médico - Área Cirurgia Pediátrica / Questão 40

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Quando não adequadamente tratado, o torcicolo muscular congênito evolui com

  • A.

    plagiocefalia até antes de três meses.

  • B.

    atrofia ipsilateral do trapézio aos seis meses em 15% dos casos.

  • C.

    normalidade craniofacial até os seis meses na criança em 50% dos casos.

  • D.

    fibrose assintomática aos seis meses em 20% dos casos.

  • E.

    persistência do quadro além do primeiro ano de vida em 1% dos casos.